Sindicato docente de Antígua e Barbuda defende o uso de e-Book

A implementação das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na Educação requer o trabalho conjunto dos diferentes atores que compõem o setor. Embora este tipo de iniciativa geralmente tenha os Estados como a força condutora, é importante que haja consenso para que sua implementação tenha um bom desenvolvimento.

A Tele-Educação, portanto, requer a cooperação de diferentes atores do setor privado, como os geradores de conteúdo específico. O corpo docente é outro dos atores que devem ter boa disponibilidade e permeabilidade para novos processos educacionais, principalmente porque é através deles que conseguem implementar as políticas que as autoridades governamentais querem.

Nesse sentido, em Antígua e Barbura, o Sindicato dos Professores (ABUT) reafirmou sua posição sobre os benefícios que o uso de livros eletrônicos, mais conhecidos como e-books, gera na educação. As autoridades da corporação reiteraram que há um grande esforço de sua parte para integrar o uso deste tipo de dispositivos nas escolas.

A ABUT considera o e-book como um excelente investimento em tecnologia educacional. Embora tenha esclarecido que as autoridades ainda precisam continuar trabalhando para que sua implementação possa ser realizada de maneira eficiente em sua implementação.

Nesse sentido, da ABUT foi reivindicado o trabalho de suporte requerido pelos dispositivos, uma vez em uso, observando que ainda há professores aguardando o reparo dos terminais que apresentavam algum tipo de problema. Embora tenha sido reconhecido que sua implementação completa pode demorar mais do que o esperado.

A ABUT considera o e-book como um excelente investimento em tecnologia educacional. Embora tenha esclarecido que as autoridades ainda precisam continuar trabalhando para que sua implementação possa ser realizada de maneira eficiente em sua implementação.

Nesse sentido, reivindicou-se da ABUT o trabalho de suporte requerido pelos dispositivos, uma vez em uso, observando que ainda há professores aguardando o reparo dos terminais que apresentavam algum tipo de problema. Embora tenha sido reconhecido que sua implementação completa pode demorar mais do que o esperado.

O apoio e a ajuda dos professores são de extrema importância para que a entrega de e-books tenha um impacto positivo no sistema educacional de Antígua e Barbuda. Portanto, suas reivindicações devem ser tratadas pelas autoridades, uma vez que sua cooperação depende de que o investimento feito não caia em ouvidos surdos.

Da mesma forma, é necessário incentivar o setor privado a participar desse tipo de iniciativa, pois sua implementação serve para aumentar as oportunidades de toda a economia. No futuro, as habilidades digitais serão o principal diferencial da força de trabalho, ter jovens preparados para esse futuro é o que um mercado precisa para enfrentar novos desafios em nível global.

Também é necessário incentivar a implantação de conteúdo específico para esse tipo de dispositivo. Ou seja, produzir livros escolares no mercado local para que os terminais entregues às escolas tenham melhor aproveitamento. Essa estratégia também possibilita a geração de trabalho dentro dos setores editorial e digital.

Essas iniciativas podem ser importantes para aumentar a digitalização entre os habitantes. No entanto, deve vir acompanhada de outras políticas que busquem aumentar a penetração dos serviços de banda larga no mercado, em especial a banda larga móvel, que, devido às suas características, pode cobrir economicamente grandes dimensões de cobertura de forma mais rápida e econômica. Da mesma forma, tecnologias como LTE e, no futuro, 5G, possibilitarão o acesso de um maior número de habitantes à conectividade, promovendo assim diferentes oportunidades para melhorar suas condições de vida e sua produtividade.

Para que essas iniciativas sejam realizadas com eficiência, é importante que sejam implantadas estratégias para melhorar a conectividade no mercado. Estes incluem uma maior disponibilidade de espectro de rádio para serviços de banda larga móvel. No mesmo sentido, é importante que as autoridades implantem uma agenda para futuras licitações de espectro, o que permite aos operadores planejar o desenvolvimento de novas redes de telecomunicações.

Nesse contexto, também é importante que haja acordo entre as diferentes autoridades do Caribe que permita uma harmonização do espectro. A oportunidade de aproveitar bandas semelhantes entre os diferentes mercados permitirá reduzir custos para as operadoras e implantar redes mais rapidamente aproveitando a escala gerada.

Por outro lado, há uma necessidade de maior flexibilidade nas normas burocráticas que existem no que diz respeito ao estabelecimento de redes de telecomunicações. Particularmente em relação às antenas móveis. A possibilidade de se ter um padrão único em nível nacional que reúna as demandas por operadores é necessário para planejar eficientemente o desenvolvimento das redes.

Outra das políticas a serem realizadas é a redução da carga tributária que pesa sobre os terminais de acesso e os componentes da rede. Neste último caso, facilita os operadores a implantar suas redes, reduzindo seus custos. Enquanto a baixa taxa sobre os dispositivos de acesso permite uma massa destes na população, aumentando assim o acesso.

Como você pode ver a iniciativa de entregar e-books das autoridades de Antígua e Barbuda é muito positiva, muito mais do apoio dado pelos professores. No entanto, essa estratégia deve ser acompanhada de outras iniciativas voltadas à conectividade, a fim de aproveitar melhor essas oportunidades.

0 comments on “Sindicato docente de Antígua e Barbuda defende o uso de e-Book

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.