Seduc lança Ceará Científico Digital 2021 que incentiva a pesquisa em ambiente escolar

No universo da digitalização, as atividades relacionadas ao setor da educação são fundamentais por causa de seus efeitos sociais e econômicos, além de atingir boa parte da população.

Nesse sentido, a Secretaria de Educação (SEDUC) do Ceará promove a edição 2021 do programa Ceará Científico, projeto que faz parte da política de fomento à ciência, cultura e tecnologia do Governo do Ceará. A iniciativa busca manter a tradição de fomentar o desenvolvimento da pesquisa na rede estadual de ensino.

O evento faz parte do calendário anual da SEDUC desde 2007 e possibilita a apresentação de projetos desenvolvidos por alunos de diversas áreas do conhecimento, com o apoio de professores e orientadores.

A ação busca estimular a produção e dinamização do conhecimento no contexto da sala de aula, da comunidade e da sociedade, proporcionando o convívio de lideranças estudantis, por isso sempre são adicionadas novas categorias para os campos de atuação, de acordo com cada área explorada.

O Ceará Científico Digital 2021 contempla as seguintes categorias de pesquisa:

  • Ciências e Engenharias;
  • Ciências Humanas e Sociais aplicadas;
  • Educação Ambiental;
  • Expressões Artístico-Culturais na Pesquisa em Educação Ambiental;
  • Ferramentas tecnológicas em educação e Aplicação das TIC;
  • Linguagens e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Pesquisa Jr. – Ensino Fundamental II e EJA Fundamental;
  • Robótica e Automação.

Para participar do Ceará Científico, os projetos podem estar ainda em estágio de desenvolvimento, mas precisam eventualmente apresentar resultados. O projeto visa promover meios para consolidar o aprendizado e potencializar a geração de conhecimento por parte dos alunos.

Durante esta edição haverá também a Conferência STEAM (termo que consiste na associação das disciplinas de Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática), com apresentações aos professores da rede estadual que visam informá-los sobre essa abordagem com o intuito de fortalecer as trocas entre instituições acadêmicas e de ensino com escolas, garantindo a conquista de apoio científico, tecnológico e pedagógico no desenvolvimento de projetos.

O Ceará Científico Digital 2021 será realizado em parceria com a Seara da Ciência, entidade vinculada à Universidade Federal do Ceará; Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Esse tipo de iniciativa permite que a sociedade avance na inserção na nova economia digital. A educação escolar em ciência e tecnologia é um grande avanço promovido pelo Estado. No entanto, deve ser acompanhada por políticas que busquem aumentar o acesso à banda larga no mercado, a fim de incrementar a experiência digital para a população.

Para apoiar essas iniciativas, é importante que as autoridades desenvolvam políticas e práticas que incentivem o desenvolvimento de redes de acesso à Internet, especialmente as de banda larga móvel LTE e 5G. Nesse sentido, a criação de uma agenda, com datas de licitação de espectro, é de grande importância, garantindo assim que os investimentos possam ser planejados com eficiência.

Essas políticas que buscam aumentar a conectividade da banda larga móvel no mercado tornam-se essenciais para que a sociedade avance no âmbito da digitalização. Bem como para que as experiências iniciadas nas escolas pelos jovens possam ser colocadas em prática, promovendo o desenvolvimento através da tecnologia e também estimulando este processo de aprendizagem.