Reinventar as TIC como uma ferramenta para o crescimento e desenvolvimento nacional

O Caribe apresenta particularidades culturais específicas que permitem sua observação como uma grande região, ainda conta com divergências próprias de cada um dos mercados que o compõem. A possibilidade de aumentar a incidência das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) nos diferentes mercados é uma meta a ser buscada pelas organizações, governos e toda a indústria.

Entre os diferentes eventos que trabalham na busca do aumento da adoção das TIC no Caribe, destaca-se a Conferencia Anual y Exhibición de CANTO (Caribbean Association of National Telecommunications Organizations), que este ano realizará sua edição número 33 em São Domingo, na República Dominicana. O encontro será realizado entre 16 e 19 de julho.

Fundada em 1985, a Canto é uma associação sem fins lucrativos que reúne operadoras de telecomunicações do Caribe e tem sua sede permanente em Trindade e Tobago. CANTO se estabelece como um espaço para que as organizações de telecomunicações do Caribe possam intercambiar informação e experiências, gerar insumos para o crescimento ordenado do setor, formular políticas e considerar assuntos que são de interesse para seus membros.

Julian-Wilkins
Julian Wilkins, Chairman da CANTO

Atualmente, Julian Wilkins é Chairman da CANTO, cargo que assumiu em 2015 e para o qual foi reeleito em 2017. Sr. Wilkins foi educado no Reino Unido e tem MBA da Henley Business School and Full Telecommunications City & Guilds. Anteriormente trabalhou na British Telecom durante 18 anos nos cargos de Engenharia Gerencial; a partir de 1994 trabalhou como Public Utilities Authority como Engenheiro de Operações. Foi eleito Diretor da Junta Diretiva da CANTO, representando a Antigua Public Utilities Authority. Em 2006, iniciou sua carreira na Digicel, onde atualmente é Diretor de Relações Governamentais e Assuntos Públicos.

Além disso, em dezembro de 2016, Wilkins foi eleito vice-presidente do Comitê de Colaboração das TIC no Caribe. Ele conversou com o Brecha Zero sobre a realidade das TIC no Caribe e as opções a serem debatidas no próximo evento da CANTO.

Brecha Zero: Como as tecnologias TIC influenciam no desenvolvimento dos mercados do Caribe?

Julian Wilkins As TIC possuem uma influência significativa nas economias caribenhas. Dessa maneira, a implementação da banda larga é peça fundamental para o Caribe. Incentivar a banda larga é uma área importante onde as operadoras estão buscando o apoio dos reguladores para alcançar desenvolvimento de maneira rápida.

Brecha Zero: Quando o desenvolvimento de um país afeta a redução da exclusão digital?

Julian Wilkins Para que seja refletido deve ser considerado um lapso de tempo, sem dúvida sua redução termina contribuindo para o PIB dos países.

Brecha Zero: Quais iniciativas a CANTO realizou no aproveitamento das TIC para melhorar a qualidade de vida dos habitantes do Caribe?

Julian Wilkins A CANTO, pela primeira vez na história da indústria introduziu um Código de Conduta: “salvaguardar la Internet abierta” (preservar a internet aberta). Mais de 30 operadoras da rede de toda a região se comprometeram em não bloquear, nem acelerar empresas Over The Top (OTT). Dessa maneira, buscamos assegurar a Internet Aberta para nossos consumidores do Caribe. Trata-se da autorregulação onde os membros da CANTO tomaram a iniciativa em busca de beneficiar os consumidores do Caribe.

Brecha Zero: Quais medidas dos diferentes governos são necessárias para que os mercados do Caribe melhorem o acesso às TIC?

Julian Wilkins Existem medidas em diferentes países, no entanto é necessário contar com um conjunto coerente de medidas para permitir a comparação dos mercados do Caribe. Isto pode ser algo que pode trabalhar o Caribbean Telecoms Union (CTU). (O CTU é uma organização intergovenamental dedicada a apoiar o desenvolvimento do setor TIC; além de formular práticas em busca de harmonizar as TIC; coordenar projetos regionais, proporcionar assessoria técnica sobre o desenvolvimento habilitado para as TIC e manter informados os atores caribenhos sobre as mudanças na indústria).

Brecha Zero: Dos diferentes planos de conectividade desenvolvidos no Caribe, quais destacaria?

Julian Wilkins Destacaria aqueles planos que buscam levar fibra (FTTH). Este tipo de desenvolvimento está tendo um grande impacto em alguns países do Caribe, onde FTTH está se desenvolvendo para oferece banda larga aos consumidores.

Brecha Zero: Qual importância atribuem as tecnologias sem fio na conectividade de um país?

Julian Wilkins Consideramos que é significativamente importante. Em particular porquê as tecnologias sem fio, por meio do desenvolvimento das operadoras, estão permitindo que a banda larga se desenvolva mais rápido.

Brecha Zero: Qual espaço terão as TIC para o desenvolvimento na XXXIII Conferência Anual da CANTO?

Julian Wilkins As TIC estarão presentes 100% na próxima conferência da CANTO. É importante destacar que o tema este ano é “Repensar as TIC como uma ferramenta para o crescimento e desenvolvimento nacional”.

0 comments on “Reinventar as TIC como uma ferramenta para o crescimento e desenvolvimento nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *