Paraguai implanta sistema online de vacinação

A incorporação das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) permite que os serviços da saúde incorporem uma grande quantidade de variantes que tendem a favorecer a atenção dos cidadãos. Do desenvolvimento do diagnostico por imagens, até consultas online, ou aplicativos móveis de caráter preventivo, o setor de saúde conta com um aporte constante da tecnologia que não somente gera aporte aos profissionais do ramo, mas também à sua fase administrativa.

Neste sentido, o Ministério de Saúde Pública e Bem-Estar Social, em conjunto com a Secretaria Nacional de Tecnologias da Informação e da Comunicação (SENATIC) do Paraguai apresentaram o Sistema Nominal de Vacinação, como parte do Programa Ampliado de Imunizações (PAI). Trata-se de um registro online que possibilita conhecer a quantidade de pessoas vacinadas na população desse país.

Entre outras vantagens, este registro possibilita conhecer de maneira rápida e simples o estado do calendário de vacinação de cada um dos habitantes, incluindo aqueles que tenham perdido sua carteira de vacinação. Assim, os profissionais de saúde poderão acessar a informação sobre o estado de vacinas de cada um de seus pacientes.

Por sua vez, as autoridades do setor poderão contar com uma estatística de vacinação a nível nacional, já que cada cidadão que recebe uma vacina será liquidado com os seguintes dados: doses, tipos de vacinas, data e lugar onde foi administrada. A iniciativa conta com mais de quatro anos de trabalho, dos quais nos últimos dois participou o SENATIC, já se encontra disponível para que seja implementado de maneira gradual nos setores públicos e privado que contam com convênios com o Ministério de Saúde Pública e Bem-Estar Social.

Além disso, por meio do sistema nominal online com o qual conta o registro pode-se conhecer o estado de vacinação da população. Esta ferramenta permite também que as autoridades gerem ações logísticas e operacionais relativas à vacinação em todo o país.

Para levar adiante a iniciativa desenvolveram as seguintes fases: a primeira, orientada no modelamento, análises técnicas e desenho de um sistema de informação de acordo com as novas tecnologias, para que com o tempo possa adaptar-se às mudanças contínuas nesta área e que seja funcional, ativa, útil e transparente. A segunda fase esteve relacionada a sua construção e a terceira que já foi iniciada gradualmente nos diferentes serviços de saúde no Departamento Central, está relacionado a sua ativação e implementação controlada.

É a partir dessa iniciativa que as autoridades paraguaias poderão contar com um instrumento confiável para suas estatísticas e planos futuros em relação às políticas de saúde. Constituem também uma importante ajuda para os profissionais de saúde, aumentando a informação disponível no atendimento a qualquer cidadão, gerando, assim, melhores possibilidades na intervenção dos pacientes.

Para que este projeto possa chegar a todos os centros de saúde do Paraguai, e permitir um registro universal dos vacinados, é necessário que haja conectividade em cada um deles. Em outras palavras, transportar uma conexão de banda larga sem fio em cada uma das unidades de saúde é parte do trabalho necessário para alcançar a implantação dessa iniciativa.

Neste sentido, as tecnologias de banda larga sem fio permitem cobrir grandes territórios que transportam conectividade robusta e de alta velocidade, em particular através de LTE. Por esta razão, é necessário que as autoridades locais possam incentivar investimentos na implantação de conectividade para este tipo de tecnologia em todo o país.

Nesse contexto, a disponibilidade de espectro radioelétrico para serviços móveis torna-se importante não apenas em termos de licitação e entrega, mas também na geração de uma agenda que forneça conhecimento das próximas faixas que serão disponibilizadas para o setor de telecomunicações. Isso incentivará uma previsão no planejamento da implantação de novas tecnologias.

Por sua vez, é importante que se flexibilizem as barreiras burocráticas que existem no momento de desenvolver redes de telecomunicações. Em particular as travas burocráticas que existem na instalação de antenas de redes de banda larga móvel. Este tipo de medidas possibilita a indústria planejar a construção de suas redes de maneira mais eficiente.

Além disso, é necessário que se reduzam os impostos que pesam sobre a indústria de telecomunicações, particularmente sobre os componentes de rede e os dispositivos de acesso. No primeiro dos casos é fundamental para melhorar os custos de construção das redes que se traduz em maior acessibilidade dos serviços. Tanto que a redução de taxas impostas nos terminais de uso massivo permite um aumento na penetração dos serviços.

A iniciativa de um registro que contenha todos os vacinados do Paraguai é uma alternativa positiva para o setor de saúde. No entanto, é importante que esteja acompanhado por um aumento da conectividade no mercado, facilitando assim a quantidade de habitantes que possa participar do registro.

0 comments on “Paraguai implanta sistema online de vacinação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.