Paraguai avança na digitalização da educação

O desenvolvimento de uma economia digital exige que as autoridades de um país trabalhem para fortalecer as bases da nação. A educação faz parte desse trabalho básico que deve ser realizado para promover a entrada na nova estrutura produtiva global, onde as tecnologias de informação e comunicação (TIC) desempenham um papel central.

Nesse sentido, no Paraguai, a Comissão Nacional de Telecomunicações (CONATEL) forneceu ao Colégio Nacional de E.M.D. “Dra. Raúl Peña”, localizado no departamento do Alto Paraná, notebooks de última geração e conectividade gratuita por um período de 24 meses. A instituição junta-se, assim, às entregas de computadores realizadas no colégio Nacional “San Juan” de Ciudad del Este; na Escola Nacional “San Blas”, também de Ciudad del Este; e no Colégio Nacional “Mcal. Francisco Solano López”, de Hernandarias.

Através do fornecimento destas ferramentas tecnológicas a diferentes centros educativos, pretende-se cumprir as orientações do poder executivo nacional que visam continuar a fortalecer a educação e facilitar a inserção das crianças no mundo digital. As ferramentas digitais são fundamentais para que as crianças consigam se capacitar e se desenvolver adequadamente, por isso espera-se que sejam de grande ajuda no processo educativo dos alunos.

Dessa forma, a CONATEL busca oferecer todo o suporte necessário para que os alunos possam continuar se aperfeiçoando e, assim, possam ser excelentes profissionais, contribuindo para a sociedade no futuro.

Embora a entrega de dispositivos e conectividade às escolas seja um primeiro passo crucial para melhorar o desenvolvimento digital dos alunos, também é necessário trabalhar em outras iniciativas importantes, como a adaptação dos planos de estudo às exigências das necessidades de uma economia digital. Também é fundamental que sejam criados conteúdos adequados para que os alunos possam tirar o máximo proveito dessas ferramentas.

Por outro lado, é necessário que as autoridades articulem estratégias que contemplem diferentes setores verticais da digitalização. Além de trabalhar para que a conectividade alcance a maioria da população, principalmente através da democratização do acesso à banda larga.

Nesse sentido, os serviços de banda larga móvel se apresentam como os mais adequados a serem utilizados, pois permitem um acesso mais eficiente aos setores rurais e distantes dos grandes centros urbanos. Tecnologias como a LTE e a 5G permitem que uma parcela maior da população possa acessar serviços de alta velocidade com dados robustos.

Para promover a democratização dessas tecnologias, é necessário que as autoridades paraguaias implantem iniciativas para facilitar o acesso ao espectro radioelétrico para o setor de telecomunicações, bem como criar uma agenda com as futuras licitações de espectro que permita às operadoras um planejamento eficiente das alocações de rede.

Da mesma forma, é preciso que as autoridades busquem reduzir os entraves burocráticos que pesam na implantação da infraestrutura de telecomunicações. Entre as melhores práticas nesse sentido estão a criação de um padrão que simplifique e unifique as demandas dos diferentes níveis de mercado, assim como a geração do conceito de janela única de trâmites, que permite às operadoras reduzir o número de interlocutores na hora de realizar os procedimentos.

Como pode-se perceber, a CONATEL está avançando positivamente no que diz respeito à inclusão digital na educação. No entanto, os esforços para aumentar o acesso à banda larga móvel na população precisam ser intensificados para que essas ações sejam sustentáveis ​​ao longo do tempo e o investimento tenha resultados positivos no longo prazo.