No Peru está em desenvolvimento um app para luta contra anemia e prevenção

A inclusão das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) no setor da Saúde apresenta diversas vertentes, que variam entre iniciativas complexas que afetam todo o sistema, até outras mais simples que se desenvolvem para doenças em particular. Ou seja, a telessaúde envolve um mundo tão complexo e variado que proporciona diferentes condições e opções para as pessoas.

Neste universo de soluções que as TIC apresentam ao setor da saúde encontram-se as aplicações destinadas a lutar contra diferentes condições relacionadas com a alimentação. Neste sentido, o Ministério de Saúde do Peru (Minsa) desenvolveu o aplicativo móvel “App de Luta e Mobilização contra a anemia – ALMA”.

A aplicação está disponível para ser baixada pela Play Store para qualquer sistema operativo Android com o nome de App Alma-Minsa, e permite aos pais acessar informações personalizadas para cada um dos filhos menores de 36 meses para prevenir e controlar esta doença. Entre outras funções permite realizar um seguimento das datas chaves para o controle de crescimento de seus filhos.

O app também oferece informação básica sobre práticas de latência maternal ou controle do calendário de vacinação. Também conta com dados de agenda onde se destaca o inicio do consumo de ferro, as primeiras comidas, a entrega de micronutrientes, etc.

Por sua vez, a aplicação possui dados para que se descarte qualquer princípio de anemia, assim como informação sobre o tratamento e o controle desta doença, como o caso dos controles necessários de hemoglobina. Além de uma variedade de receitas para preparar distintos alimentos ricos em ferro de procedência animal para prevenir a anemia.

Com o objetivo de aumentar a quantidade de pessoas que podem acessar a informação, a aplicação terá inicialmente uma versão em espanhol e logo em quíchua. Desta maneira, busca alcançar também os diferentes povos originais que estão no Peru aumentando assim o caráter inclusivo da iniciativa.

Para que a informação tenha caráter personalizado o app necessita que o usuário registre a data de nascimento e o sexo de seus filhos. A partir desses dados, começa a oferecer uma série de conselhos para que os pais possam melhorar as condições alimentícias de seus filhos para então reduzir os riscos de anemia.

O desenvolvimento do app faz parte de uma estratégia mais ampla realizada no Minsa em sua luta contra a anemia. Parte dessa iniciativa é o programa denominado “Estamos em guerra contra a anemia”, da qual participa também o exercito do Peru que contará com a participação de mais de 7 mil membros da diretoria de Saúde do exército. O objetivo é que esse pessoal realize intervenções casa por casa, a nível nacional, para orientar os pais de família e ajuda-los a prevenir esta doença.

Neste sentido, a iniciativa do app móvel para aumentar a informação oferecida para a população soma importância. A possibilidade de respaldar de maneira remota a primeira intervenção é importante em uma estratégia de prevenção necessária para melhorar as condições de vida dos habitantes do Peru. No entanto, para que o app possa chegar de forma eficiente para a população é necessário que exista um amplo acesso aos serviços móveis.

Em outras palavras, o app terá um desempenho exitoso se existir um trabalho conjunto das autoridades do Peru para aumentar a penetração dos serviços de banda larga móvel, o que possibilitará que uma maior quantidade de cidadãos possa baixá-lo. Para isto é importante que trabalhe para criar condições necessárias neste setor.

Uma das medidas que devem considerar as autoridades é aumentar a disponibilidade de espectro radioelétrico para serviços de banda larga móvel. Assim como também a geração de uma agenda que permita previsibilidade na indústria no momento de desenvolver redes de novas tecnologias. Contar com a informação dos futuros passos que pretendem realizar as autoridades é importante para que as operadoras possam planejar também seus investimentos.

Outra das medidas necessárias é a flexibilização das questões burocráticas que existem para a construção de redes de telecomunicações. Em particular as antenas de serviços móveis. Esta medida é importante já que possibilita que as operadoras possam planejar de forma eficiente o desenvolvimento de novas redes melhorando as condições de investimento neste mercado

Também é necessário que reduzam as barreiras impostas que pesam sobre a indústria de telecomunicações. Tanto no que diz respeito aos componentes de rede, já que possibilita um desenvolvimento mais rápido das teles, como também nos terminais de acesso, que os torna mais acessível e garante maior conectividade dos cidadãos.

A inciativa realizada pela Minsa do Peru é importante para melhorar as condições nutricionais dos habitantes, assim como para prevenir problemas de anemia na população. No entanto, é necessário que também gerem condições para aumentar a conectividade no mercado para aumentar os usuários do app.

0 comments on “No Peru está em desenvolvimento um app para luta contra anemia e prevenção

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.