México: mensagens de texto advertem sobre incidências climáticas

Os serviços móveis proporcionam uma série de facilidades no dia-a-dia que vão além da comunicação entre os usuários. Bem como o acesso às redes de banda larga, os dispositivos também podem funcionar como fonte de informação para possíveis fenômenos climáticos.

Neste sentido, o Conagua do México implantou um projeto para a prevenção e proteção da população perante os fenômenos hidro meteorológicos. O projeto transmite informações aos usuários através do envio de mensagens de texto com informações de desenvolvimento e localização de ciclones em diferentes áreas do território nacional. Ou seja, o projeto enviará informação para áreas que contam com maiores riscos de ser atingidas por estes fenômenos hidro meteorológicos.

O desenvolvimento conta com a participação da AT&T, que é a operadora encarregada de desenvolver sistemas de alerta prévio eficazes e que permitam ao cidadão a prevenção perante eventos meteorológicos intensos. O objetivo da Conagua é enfrentar os desafios colocados pelas alterações climáticas e propõe que seja administrada de maneira conjunta com as agências governamentais, do setor privado e da sociedade.

Sendo assim, a Conagua busca contribuir para reduzir os riscos que a população pode enfrentar, gerados pelos ciclones. Para isto, trabalham de forma intensa para fortalecer as capacidades técnicas e de prognóstico para emitir avisos mais precisos. Desta maneira, segundo a agência, são conquistados melhores resultados para comunicar diretamente as pessoas das áreas estratégicas de forma imediata, o que ocorre ao receber mensagens de texto específicas em seus telefones móveis.

Assim, a Conagua planeja enviar solicitação prévia de cada pessoa, informação que permite conhecer o desenvolvimento e localização de fenômenos hidro meteorológicos que possam gerar efeitos em uma área determinada do território nacional. Inicialmente, o acesso será exclusivo para consumidores AT&T. A operadora já havia tido uma experiência com o envio de mensagens de texto ante uma catástrofe natural, onde realizou durante o mês de outubro de 2015 o envio de 8 textos diferentes para mais de 1.570 milhão de SMS para informar os usuários de Jalisco, Colima, Nayarit e Michoacán sobre a evolução do Ciclone Patricia, o qual gerou – segundo os registros – perdas humanas.

O procedimento do serviço é simples, uma vez emitido o aviso pelo Serviço Meteorológico Nacional, a AT&T envia mensagens de texto (SMS) elaborados por autoridades e que ajudam a minimizar os riscos para os usuários. O sistema conta com a possibilidade do operador de conhecer a trajetória do fenômeno e determinar quem se encontra nas áreas de risco com mais recorrência. Assim, é possível informar os usuários de maneira oportuna por meio de mensagens preventivas e informativos que emitem a autoridade.

Trata-se de uma iniciativa interessante do ponto de vista da utilização das tecnologias sem fio para a prevenção e alerta da população. Particularmente porque a informação é uma ferramenta indispensável perante este tipo de fenômenos climáticos, devido ao fato de que possibilita aos habitantes tomar decisões de maneira rápida que possam significar a prevenção de danos e até a possibilidade de salvar vidas.

Apesar de ser um sistema simples que utiliza SMS para enviar informações, permite que grande parte da população tenha acesso, e é importante que haja uma evolução tecnológica do serviço. Ou ainda, a existência de um app que funcione com banda larga móvel permitindo um detalhe mais rápido e de informações a um universo maior de pessoas próximas, aumentando as chances de salvar vidas em casos de eventos catastróficos.

A utilização da banda larga móvel possibilitará a evolução da ideia inicial da Conagua que é muito boa. Trata-se de um processo natural de evolução desenvolvida pela maioria dos apps de serviços móveis. Conforme o desenvolvimento do app, poderá gerar oportunidades para que a instituição se retroalimente de informação dos diferentes usuários que habitam as áreas danificadas.

No entanto, para que estas iniciativas sigam os procedimentos evolutivos lógicos é necessário que exista um forte apoio das autoridades mexicanas no setor de telecomunicações. A disponibilidade de espectro radioelétrico para ampliar os serviços de banda larga móvel e as novas tecnologias como a LTE são medidas indispensáveis para gerar condições adequadas para o desenvolvimento.

Outro ponto importante a considerar são as instalações que estabelecem redes nos diversos municípios. Torna-se importante para reduzir eventuais barreiras à entrada dos equipamentos necessários para o estabelecimento de rede. Também é preciso considerar o acesso aos terminais, reduzindo a carga fiscal sobre smartphones como política positiva para estimular a renovação dos terminais do mercado.

Em síntese, a política da Conagua que tem como base o acesso à informação sobre os fenômenos climáticos para os usuários por meio de SMS é altamente importante no momento de salvar vidas e reduzir possíveis danos. No entanto, deve-se atentar para a lógica da evolução dos serviços móveis que demandam em curto prazo a criação de um sistema similar destinado aos serviços de banda larga móvel.

0 comments on “México: mensagens de texto advertem sobre incidências climáticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.