Jamaica exibe aplicativo gratuito para turistas

O desenvolvimento de uma economia digital não requer apenas um trabalho interno para promover as diferentes indústrias, educação e serviços públicos. Os esforços para atrair investimento ou inovação para o setor do turismo também são importantes e a digitalização pode ser uma ferramenta para o seu desenvolvimento.

Nesse sentido, a Jamaica implantou um novo aplicativo voltado para o turismo “Xplore Jamaica”. O desenvolvimento ficou a cargo da Tourism Product Development Company Limited (TPDCo) – a agência central encarregada pelo Governo da Jamaica para facilitar a manutenção, desenvolvimento e melhoria do App, que fornece informações sobre as diferentes entidades turísticas do país, os locais a visitar e as diferentes exigências e restrições associadas à pandemia de Covid-19.

Entre outras funções, o app inclui uma calculadora de custos estimados para ser utilizada antes e durante a viagem, além de acesso a um blog que permite conhecer as experiências de outros turistas. É possível também acessar uma lista onde os restaurantes e lojas mais importantes são recomendados.

O aplicativo, disponível em nove idiomas, está disponível para download na Google Play Store e o trabalho está sendo feito para disponibilizá-lo para iOS em breve.

O desenvolvimento da aplicação torna-se assim um importante trunfo para todo o setor turístico jamaicano. Em particular porque desde a pandemia, os requisitos de entrada nos países tornaram-se uma necessidade imediata de conhecimento para o turista, bem como um dos principais pontos para a tomada de decisões.

O aplicativo também ajudará as autoridades a conhecer com rapidez e precisão o número de visitantes, bem como suas condições sanitárias. Desta forma, estarão disponíveis informações precisas e rápidas sobre os turistas, agilizando os processos de entrada no país.

Assim, busca-se que o aplicativo melhore a qualidade dos serviços turísticos na Jamaica, permitindo que o país seja mais receptivo e oferecendo aos turistas a possibilidade de conhecer melhor o destino escolhido.

Dessa forma, a iniciativa se apresenta como uma oportunidade para a Jamaica melhorar consideravelmente as condições de turismo. A inclusão de ferramentas digitais prévias à viagem torna-se um benefício para os potenciais visitantes. No entanto, é necessário que o país ofereça condições digitais in loco de acordo com aquelas que oferece antes de viajar. Em outras palavras, é importante que as autoridades jamaicanas trabalhem na criação de uma oferta de banda larga móvel que permita aos turistas permanecerem conectados e compartilhar suas experiências online. Tecnologias como LTE e 5G se apresentam como uma grande oportunidade para que essa estratégia seja realizada.

Para promover seu desenvolvimento, é necessário que as autoridades locais disponibilizem maiores porções do espectro radioelétrico para o setor de telecomunicações. Já a 5G exigirá bandas baixas, médias e altas para atingir seu potencial máximo de desempenho. Também é necessário criar uma agenda com futuros leilões de espectro, o que permitiria às operadoras ter previsibilidade sobre seus investimentos.

No mesmo sentido, é necessário reduzir os entraves burocráticos que pesam sobre o setor na hora de implantar uma rede de telecomunicações. É necessária a criação de uma regulamentação que reúna as demandas dos diversos órgãos do Estado, bem como a criação do conceito de balcão único para procedimentos, para desburocratizar o avanço das operadoras nesse sentido.

Conforme explicado, a criação de um aplicativo que permita aos turistas acessar mais informações é uma vantagem para o desenvolvimento deste setor na Jamaica. No entanto, deve também deixar claro o interesse do país em digitalizar e promover esse segmento econômico tão importante para o seu crescimento.