Indotel coloca em funcionamento onze novos pontos de Wi-Fi

A digitalização de um mercado requer um esforço que envolva a maioria dos setores que compõem a sociedade. Isso inclui aqueles que estão focados em prestar auxílio e ajudar a população em casos de catástrofes e emergências.

Nesse sentido, o Instituto Dominicano de Telecomunicações (Indotel) ativou onze pontos de acesso Wi-Fi, que estarão localizados em várias áreas da Terceira Circunscrição do Distrito Nacional da República Dominicana. Isso permitirá que os residentes dessas áreas desfrutem de uma rede gratuita e segura para navegar na Internet.

Os bairros da circunscrição que serão beneficiados incluem Villa Juana, Capotillo, La Zurza, Las Cañitas e Gualey. Os locais onde os pontos Wi-Fi foram instalados são a Fundação Mauricio Báez, os clubes Mauricio Báez, Esportivo e Cultural Los Pioneros, Esportivo e Cultural Santa Filomena, e Bomberito, o Lar de Idosos Diurno, o Politécnico e a Escola Primária Domingo Savio Fe y Alegría, o Lar Pituca Flores, a Escola Primária El Túnel e a Escola Solidariedade Entre Irmãos (SOLHER). Além disso, foi fornecido acesso gratuito à Internet ao Corpo de Bombeiros da capital.

O Intendente Geral do Corpo de Bombeiros do Distrito Nacional expressou sua gratidão em nome dos bombeiros por essa doação. Foi apontado que essa iniciativa tem como objetivo reduzir ao mínimo a brecha digital, um interesse demonstrado pelo presidente da República desde que assumiu o cargo em agosto de 2020. Nesse sentido, foi emitido o decreto 539-20, que declarou ser de alto interesse obter a banda larga de última geração e o uso produtivo das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC).

O presidente do conselho diretor do Indotel destacou que está trabalhando na implementação de fibra óptica em 23 municípios e 61 distritos municipais na região sul do país, onde não há redes fixas disponíveis. Isso faz parte do compromisso do presidente e do órgão regulador em fornecer acesso à Internet a todos os cidadãos.

A vereadora da circunscrição três do Distrito Nacional expressou sua gratidão pela instalação dos pontos de acesso gratuito à Internet, o que será benéfico para estudantes e moradores das instituições selecionadas. A inauguração desses pontos Wi-Fi contou com a presença de membros do conselho diretor e outros colaboradores do Indotel.

Na semana passada, o órgão regulador de telecomunicações também inaugurou seis desses pontos de acesso sem fio gratuito na Plaza de la Cultura e seus museus. Com a adição desses 23 novos pontos Wi-Fi, o Indotel inaugurou um total de mais de 1.130 durante esta gestão.

O programa funciona como um incentivo para aumentar a adoção tecnológica entre os cidadãos. No entanto, deve ser acompanhado por uma série de outras iniciativas que visem aumentar o acesso à tecnologia na população, principalmente oferecendo banda larga para que as melhorias promovidas por esses programas de popularização das tecnologias tenham um mercado interno onde possam continuar se desenvolvendo.

Dessa forma, as tecnologias de banda larga móvel se apresentam como uma alternativa positiva, pois, devido às suas características, permitem atingir uma parcela maior da população. Tecnologias como a LTE ou a 5G possibilitam alta velocidade de acesso e robustez de dados.

Nesse mesmo sentido, é essencial que as autoridades se concentrem em simplificar os obstáculos administrativos que afetam a implementação de infraestruturas de telecomunicações. Isso inclui a criação de uma regulamentação  única que leve em consideração as necessidades de diversos órgãos estatais, bem como a introdução da ideia de janela única de trâmites. Essa abordagem permitiria que os provedores de serviços de telecomunicações interagissem com um único ponto de contato e agilizassem os procedimentos burocráticos.

Embora a iniciativa na República Dominicana seja altamente benéfica para o país, é importante complementá-la com outras políticas destinadas a melhorar o acesso à banda larga móvel. Isso contribuiria para fortalecer a eficácia do programa como um todo.