El Salvador usa TIC para atualizar sistema de saúde dos cidadãos

O desenvolvimento da digitalização é um dos objetivos almejados pelos países da América Latina e do Caribe. Na busca por essa meta, um objetivo que deve ser concretizado é a implantação do governo eletrônico para melhorar as condições de vida dos cidadãos e promover o desenvolvimento dos diversos setores econômicos.

Desta forma, melhorar o relacionamento da população com as autoridades é uma maneira de alcançar a aplicação das tecnologias de informação e comunicação (TIC). Com isso em mente, foi desenvolvido em El Salvador o Sistema de Atenção ao Cidadão (SAC), que ajudará os usuários do Sistema de Saúde do país a fazer suas denúncias e reclamações e receber notificações com mais agilidade.

A ferramenta foi concebida pela Secretaria de Inovação e pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAIDES) como parte do processo de inovação do Sistema de Saúde. Assim, o propósito é, através desta implementação, aumentar a aproximação dos cidadãos com o governo, para que os diferentes órgãos governamentais possam ouvir e encontrar soluções para os seus problemas.

Da mesma forma, a iniciativa busca agilizar os processos de atendimento aos usuários nas diferentes instituições de saúde do país, além de manter uma proximidade com os pacientes para facilitar a resolução de problemas e seguir fortalecendo o processo de modernização do Sistema de Saúde. A sua implementação permitirá também uma resposta rápida a situações de emergência, estando disponível à população 24 horas por dia durante todo o ano.

A ferramenta colocará à disposição da população a gestão de notificações, reclamações e denúncias. Dessa maneira, a comunicação entre as diferentes instituições e a população será facilitada, a partir do desenvolvimento de serviços mais acessíveis para os cidadãos.

A iniciativa é um avanço no desenvolvimento do governo eletrônico, principalmente no que se refere à comunicação com a população. No entanto, ela deve ser acompanhada de outros projetos que permitam o acesso dos indivíduos às TICs, para que, por fim, possam utilizar o sistema para se comunicar com as autoridades.

Em particular, tecnologias como a banda larga móvel vêm ganhando importância, que por suas características permite atingir mais rapidamente uma parcela maior da população, alcançando áreas rurais e distantes dos grandes centros urbanos. Além disso, com base em tecnologias como a LTE e a 5G, é possível levar serviços de alta velocidade e dados robustos para essas localidades. Dessa forma, uma parcela maior dos habitantes poderá acessar o SAC pelo celular.

Para estimular o desenvolvimento dessas tecnologias, é importante que as autoridades de El Salvador disponibilizem maiores porções do espectro radioelétrico para o setor de telecomunicações. Esta política, acompanhada de outras que permitam às operadoras móveis acessar uma agenda com futuros leilões de espectro, são necessárias para impulsionar o desenvolvimento de novas redes de telecomunicações.

Seguindo o mesmo raciocínio, as autoridades devem reduzir a quantidade de entraves burocráticos que pesam na implantação da infraestrutura no mercado. Principalmente no que se refere às leis que afetam os serviços móveis. O desenvolvimento de um padrão único que atenda às demandas dos diferentes níveis do Estado está entre as melhores práticas internacionais. Assim como a geração do conceito de janela única de trâmites que possibilita às operadoras ter um único interlocutor com as autoridades, agilizando assim a apresentação da documentação.

Como pode ser visto, a iniciativa SAC é muito importante para melhorar o relacionamento entre a população e as autoridades de El Salvador. No entanto, é necessário que sejam criadas outras políticas para melhorar o acesso da população à banda larga, o que aumenta as chances de sucesso do SAC.