El Salvador desenvolve iniciativa educacional virtual sobre meio ambiente

O trabalho sobre o meio ambiente de um país requer uma série de ações com a população, a maioria delas relacionadas à educação e ao fornecimento de informações sobre boas práticas aos cidadãos. Desde publicidade nos meios de comunicação de massa até em organizações formais como escolas, este trabalho é essencial para aumentar a conscientização.

Nesse sentido, o Ministério do Meio Ambiente de El Salvador apresentou a “Escola Ambiental Virtual”. Trata-se de uma plataforma educativa que permite à população dos diversos setores do país adquirir conhecimento e fortalecer boas práticas para a conservação dos recursos naturais do país.

A plataforma busca oferecer capacitação sobre questões ambientais de forma virtual e automatizada. Pode ser acessada por professores, alunos e qualquer cidadão com o intuito de adquirir boas práticas de preservação do meio ambiente. O início das aulas está previsto para 3 de abril de 2023.

O desenvolvimento da educação ambiental é um processo fundamental para a formação da população e para que ela se conscientize da importância da preservação do meio ambiente. Também permite o desenvolvimento de valores, conceitos e atitudes para a proteção, conservação ou restauração e uso sustentável dos recursos naturais.

A plataforma possibilita realizar cursos de forma assíncrona, com flexibilidade para os usuários assistirem a qualquer hora do dia. Em fase de lançamento, conta com os módulos de: Resíduos Sólidos, Mudanças Climáticas, Recursos Hídricos, Ecossistemas e Biodiversidade.

Por meio da Escola Ambiental Virtual, será formada uma rede de conscientização e sensibilização sobre os recursos naturais. Dessa forma, os professores servirão de ferramenta para fortalecer seus conhecimentos sobre as questões ambientais para o ensino das novas gerações.

Desta forma, o Ministério cumpre a Lei do Meio Ambiente, que estabelece no seu artigo 41.º a obrigação deste ministério de criar instituições educativas, organizações não governamentais ambientais, setor empresarial e meios de comunicação social, formulação e desenvolvimento da consciência ambiental.

A Política Nacional de Educação Ambiental é um trabalho articulado entre o Ministério do Meio Ambiente e o Ministério da Educação. O principal objetivo desta iniciativa é promover mudanças de comportamento para conservar os recursos naturais com a participação ativa da população.

Para que a maioria da população possa ter acesso a esses benefícios, é primordial que o acesso à banda larga aumente. Particularmente os serviços móveis, pois pelas suas características permitem que um maior número de pessoas acesse a plataforma de educação ambiental. Tecnologias como a LTE e 5G oferecem a oportunidade de fornecer acesso de alta velocidade e dados robustos.

Para isso, é importante que as autoridades de El Salvador gerem as condições necessárias para que a indústria possa implantar serviços em todo o país. É crucial disponibilizar maiores porções de espectro radioelétrico às operadoras de telecomunicações, bem como a criação de uma agenda que permita conhecer as futuras licitações de espectro de maneira a planejar eficientemente a implantação de redes.

É também indispensável reduzir os entraves burocráticos que pesam na implantação de novas redes de telecomunicações. A geração de um regulamento único que agregue as diferentes demandas do Estado é fundamental para facilitar o desenvolvimento do setor, bem como a criação do conceito de janela única que centralize os trâmites necessários por parte das operadoras.

Como pode-se observar, a iniciativa realizada pelas autoridades de El Salvador é importante para aumentar a conscientização sobre o cuidado com o meio ambiente. No entanto, deve ser acompanhado por outras que buscam aumentar o acesso à banda larga para amplificar suas chances de sucesso.