El Salvador cria certificado digital de vacinação contra Covid-19

Um dos desafios impostos pela pandemia de Covid-19 foi o esforço para vacinar a população da América Latina. Os trabalhos realizados pelas autoridades da região tiveram grande contribuição das tecnologias de informação e comunicação (TIC), tanto para organizar os turnos de vacinação, como para controle da inoculação através de cadastros.

Nesse sentido, o Governo de El Salvador anunciou o lançamento do Certificado Digital de Vacinação contra a Covid-19 para os cidadãos que completaram o esquema vacinal. O serviço é disponibilizado à população como parte do compromisso das autoridades em manter o controle da pandemia e modernizar os sistemas de saúde.

As pessoas que concluíram os processos de vacinação podem acessar http://vacunacioncovid19.gob.sv, inserir seus dados e baixar o certificado digital com o código QR que contém as informações. Este certificado é válido como o cartão de vacinação em papel que é entregue a cada pessoa.

Atualmente, El Salvador tem 6,2 milhões de doses aplicadas, das quais 3,2 milhões correspondem à primeira dose. Estima-se que o país conte com 2,6 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo, essas pessoas podem agora acessar o Certificado Digital. A média de vacinação ultrapassou 100 mil doses diárias.

A incorporação de tecnologia na validação da vacinação é um avanço para o cidadão salvadorenho, principalmente porque pode ter acesso ao comprovante de vacinação pelo celular, o que permite que possa exercer uma gama maior de atividades e até mesmo ingressar em diversos países do mundo.

Da mesma forma, a digitalização deste comprovante permite reduzir a burocracia e ter um registo mais condizente com os tempos atuais. A possibilidade de ter um cadastro eletrônico online dos vacinados também permite um melhor controle das autoridades sanitárias sobre a situação.

Porém, para que o certificado digital tenha uma aceitação massiva pela população, é necessário que grande parte dos cidadãos tenha acesso a um dispositivo móvel. Bem como a tecnologias de acesso que permitem a sua conexão com a Internet. Nesse sentido, a banda larga móvel apresenta-se como a tecnologia ideal, pois pelas suas condições permite atingir um grande número de pessoas inclusive em áreas rurais e distantes dos grandes centros urbanos.

É importante trabalhar no incentivo à implantação de redes LTE e, em um futuro próximo, 5G. Essas tecnologias permitem que os residentes tenham acesso a alta velocidade de dados de forma robusta, além de possibilitar o acesso a vários serviços que melhoram a qualidade de vida de muitas formas.

Para dar continuidade a essas iniciativas, é essencial que as autoridades salvadorenhas disponibilizem maior parte do espectro de radiofrequências ao setor de telecomunicações. Também é importante criar uma agenda com futuras licitações de espectro, para que as operadoras possam planejar com eficiência a instalação de suas redes.

Na mesma linha, é necessário que as autoridades reduzam os entraves burocráticos que pesam sobre o desenvolvimento de novas redes. É necessária a criação de uma norma única que consolide as regras para a implantação da infraestrutura de rede nos diversos níveis do Estado, bem como a criação do conceito de janela única que permite às operadoras submeterem todos os documentos necessários a apenas um órgão.

Como pode ser visto, a iniciativa de gerar um certificado digital de vacinação é muito vantajosa para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. No entanto, deve ser acompanhada por outras políticas que visem melhorar a expansão da banda larga móvel pelo território.