El Salvador avança na inclusão das TICs na agricultura

O desenvolvimento da agricultura é um dos esforços realizados pelos governos da América Latina, principalmente por se tratar de um dos setores produtivos mais importantes. Neste sentido, a inclusão das tecnologias de informação e comunicação (TIC) permite potencializar esta atividade através da melhoria de suas condições.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (MAG em espanhol) de El Salvador avançou na incorporação das TIC em suas atribuições. Nesse sentido, recebeu modernos equipamentos de hardware com todos os seus componentes para oferecer suporte a todas as operações comerciais planejadas com a implantação do projeto Plataforma Digital do Comércio Centro-Americano (PDCC).

O equipamento foi oficialmente cedido pela Secretaria de Integração Econômica da América Central (SIECA). Assim, El Salvador se junta a Costa Rica, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá entre os beneficiários do projeto PDCC. A iniciativa é financiada pela União Européia, administrada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pela SIECA. O programa tem como objetivo principal melhorar, agilizar e simplificar os processos de intercâmbio comercial regional; tudo isso com a incorporação de tecnologia de ponta e uma gestão coordenada de fronteiras.

A partir da implantação da plataforma, o setor agrícola de El Salvador poderá ampliar a simplificação e automação de processos. Além de possibilitar a adoção das melhores práticas internacionais como medidas migratórias, aduaneiras, sanitárias e fitossanitárias, entre outras. Também será possível melhorar o impacto nos índices de competitividade de cada um dos países do Subsistema de Integração Econômica Centro-Americana.

A plataforma recebida pelo MAG de El Salvador será interconectada com o PDCC por meio de um ambiente web. Desta forma, os usuários poderão interagir a partir do PDCC e trocar informações com plataformas e sistemas nacionais existentes, ou em desenvolvimento nas instituições envolvidas nos processos comerciais.

Para que essas iniciativas tenham um desempenho eficiente no setor agrícola, também deve haver um esforço das autoridades na busca pela transformação digital do setor em geral. É aconselhável traçar um plano estratégico com abrangência nacional que permita aproveitar todas as iniciativas tecnológicas realizadas.

Neste cenário, assume grande importância as políticas relacionadas ao aumento do acesso à banda larga para a maioria da população, onde as tecnologias de banda larga móvel (LTE e 5G) oferecem vantagens significativas em termos de velocidade para ampliar áreas que ofereçam cobertura.

Assim, é importante que as autoridades de El Salvador criem as condições necessárias para o desenvolvimento dessas redes de serviço móvel. Nesse sentido, devem ser geradas políticas que facilitem o acesso ao espectro radioelétrico para o setor de telecomunicações, bem como a criação de uma agenda que informe sobre licitações futuras permitindo assim uma maior previsibilidade dos investimentos necessários.

Alternativas que buscam reduzir os entraves burocráticos que pesam sobre a atividade na implantação das redes devem ser consideradas. A criação de um trâmite único de procedimentos que facilite os processos de autorização de instalação de infraestrutura por parte das operadoras é essencial, assim como a criação de uma normativa que centralize as demandas dos diferentes municípios do país.

A plataforma que o MAG pretende lançar no setor agrícola de El Salvador é positiva para a melhoria da atividade. No entanto, deve ser acompanhada por uma estratégia que busque ampliar o acesso à banda larga no país.