Costa Rica desenvolve estratégia para transformação digital

Os países da América Latina e do Caribe trabalham constantemente para melhorar suas condições a fim de avançar na economia digital global. O objetivo é implementar políticas que aumentem a digitalização da economia e da sociedade.

Nesse contexto, o Ministério da Ciência, Inovação, Tecnologia e Telecomunicações da Costa Rica (MICITT) desenvolveu a Estratégia de Transformação Digital 2023-2027. Este documento tem como objetivo criar uma cidadania digital enquanto avança com uma estratégia relacionada à governança.

Deste modo, o conceito de cidadania digital inclui a promoção de ferramentas que permitam aos habitantes do país acessar assinaturas digitais certificadas, identidade digital, além de serviços e habilidades digitais. Do ponto de vista do governo, busca-se tornar o acesso aos dados mais transparente, promover a interoperabilidade nas bases de dados governamentais e atualizar a regulamentação para se adequar à nova conjuntura.

Através da implementação desta estratégia, as autoridades da Costa Rica buscam acelerar a produtividade, a competitividade e o desenvolvimento socioeconômico do país. A intenção é se juntar à quarta revolução industrial e à sociedade do conhecimento, visando o bem-estar de todos os seus habitantes de maneira inclusiva e promovendo o desenvolvimento sustentável do país.

Além disso, esse plano digital também tem como objetivo transformar o país em líder na oferta de serviços públicos digitais escaláveis e acessíveis, contribuindo de forma produtiva para o estímulo da competitividade e desenvolvimento socioeconômico. Através do alcance de ambos os objetivos, busca-se melhorar as condições de vida dos habitantes.

O MICITT pretende manter um trabalho constante e inovador para fornecer um ecossistema que ofereça políticas públicas de qualidade, acessíveis e abrangentes, mas, acima de tudo, que respondam de forma eficaz e rápida aos cidadãos. Para trilhar esse caminho, as autoridades acreditam ser necessário transformar as empresas e instituições do Estado por meio de tecnologias da informação e comunicação, como Internet das Coisas (IoT), robótica, inteligência artificial, aprendizado de máquina, Big Data, computação em nuvem, entre outras.

Além disso, o MICITT busca alinhar suas políticas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pelas Nações Unidas (ONU), que enfatizam o desenvolvimento de colaboração com a indústria, inovação e infraestrutura, visando o fortalecimento das instituições estatais. Nesse sentido, a meta é criar um governo digital que se adapte às demandas do novo cenário global.

Dessa forma, os serviços de banda larga móvel desempenham um papel fundamental na busca por uma estratégia digital para o país. Devido às suas características, eles permitem alcançar áreas rurais e remotas, melhorando assim as condições de digitalização. Especialmente tecnologias como a LTE e a 5G, que oferecem velocidades de acesso mais rápidas e maior robustez no transporte de dados.

Para impulsionar o desenvolvimento dessas tecnologias, é importante que as autoridades disponibilizem à indústria de telecomunicações maiores faixas de espectro radioelétrico. Além disso, é crucial criar uma agenda que permita às operadoras conhecer os futuros leilões de espectro, a fim de planejar eficazmente a expansão de suas redes.

Nesse contexto, também devem ser desenvolvidas políticas que reduzam as barreiras burocráticas existentes para a implantação de infraestrutura no país. É importante trabalhar em regulamentações que consolidem as demandas dos diferentes níveis do governo (nacional, provincial e municipal) para incentivar o desenvolvimento de novas redes. Da mesma maneira, deve-se implementar o conceito de janela única de trâmites, a fim de facilitar o trabalho das operadoras.

Como pode ser visto, a implementação de uma estratégia digital na Costa Rica é de grande importância para tornar o país competitivo internacionalmente. No entanto, deve ser acompanhada por outras políticas que busquem melhorar o desenvolvimento de serviços de banda larga móvel.