Córdoba terá um estádio de futebol inteligente

O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (TIC) na América Latina alcança diferentes setores da economia e muitas atividades sociais. Desde a educação, passando pela saúde até governos que aproveitaram o salto tecnológico, nesse sentido o setor esportivo também avançou.

Na província argentina de Córdoba, o Club Instituto Atlético Central Córdoba firmou um acordo com a empresa Tecnored para realizar um projeto que inclui tecnologia, esporte e entretenimento não apenas focado no clube, mas também em seus sócios e torcedores. Dessa forma transformarão o espaço em um estádio inteligente que contará com um anel duplo de fibra óptica que cobrirá seus dois blocos.

O Clube espera que o novo trabalho seja uma inovação abrangente em termos de tecnologia e operação. Seu objetivo é modernizar e dar um importante salto tecnológico, a ponto de classificar o estádio como o primeiro inteligente de Córdoba e um dos únicos no país.

A obra prevê ainda a instalação de 100 pontos de acesso Wi-Fi 6 em todo o Estádio. Assim, busca oferecer internet de banda larga para torcedores e associados, bem como para profissionais da imprensa e órgãos técnicos.

O projeto inclui a cobertura WiFi de diferentes setores do Estadio Monumental Alta Córdoba, como arquibancadas laterais – popular norte Salvador Mastrosimone e popular sul Daniel Jiménez-, plateia –Mario Kempes, Osvaldo Ardiles e Diego Klimowicz-, camarotes, cabines de transmissão, confeitaria, administração, salão central, o  Sandrín  entre outros espaços. Ele também fornecerá conectividade nas áreas de entrada pública, estacionamento e escola de esportes.

Neste sentido, o projeto inclui a infraestrutura para o desenvolvimento do tráfego de rede WiFi 6, o desenvolvimento de fibra óptica, a integração e instalação para interligação de diferentes equipamentos, incluindo as novas luminárias. Com isso, amplia-se a possibilidade de implantação de aplicativos baseados na Internet das Coisas (IoT), focados especialmente na melhoria dos serviços para potencializar o espetáculo e o bem-estar dos fãs e membros.

Entre outras aplicações, espera-se que possam ser desenvolvidas soluções relacionadas com pedidos e pagamentos pelo celular para comidas ou bebidas levadas até o assento, e um aplicativo que envia vídeos do momento em que um gol foi marcado ou da comemoração do mesmo para que possam ser compartilhados. Assim, o Estádio teria serviços semelhantes aos de qualquer Smart Stadium do mundo.

A inclusão da tecnologia não só melhora a experiência dos sócios no Estádio, como também se transforma em novas oportunidades de geração de recursos genuínos para os clubes. No entanto, para que o público possa fazer uso das diferentes tecnologias, é necessário que haja um esforço das autoridades para que garantam acesso a serviços de banda larga móvel fora do Estádio.

Conclui-se que tecnologias como LTE e 5G possibilitam o desenvolvimento de diferentes serviços relacionados à IoT que podem ser acessados ​​a partir de dispositivos móveis. Portanto, a implantação de serviços baseados nessas tecnologias torna-se uma estratégia pública necessária. Nesse sentido, é importante que sejam implantadas políticas que busquem aumentar a quantidade de espectro radioelétrico que as operadoras móveis possuem, bem como a criação de uma agenda com as datas das próximas licitações para que a indústria possa planejar futuras implantações.

Como pode ser visto, o desenvolvimento de um estádio inteligente que aproveita as tecnologias de conectividade, assim como a IoT, é uma ótima notícia para a Argentina. No entanto, deve ser acompanhado de políticas públicas nacionais que permitam à população aproveitar ao máximo esses benefícios.