Conheça o Open RAN, conceito que busca transformar as comunicações móveis

Open RAN (Radio Access Network), que significa Rede de Acesso de Rádio Aberto, é uma arquitetura de rede que promove a interoperabilidade por meio de hardware, software e interfaces abertas.
Seu objetivo é gerar um ecossistema aberto de provedores, fomentando a inovação, acelerando o tempo de desenvolvimento e disponibilidade ao mercado e reduzindo custos, ao contrário do proporcionado por redes de acesso de rádio fechadas com tecnologia proprietária.

SÃO PAULO, 29 de abril de 2021 – Nos últimos anos, o conceito de Open RAN, que pode ser traduzido como Rede de Acesso de Rádio Aberto, vem ganhando popularidade impulsionado pelas operadoras e fabricantes da indústria de telecomunicações. Trata-se de uma nova arquitetura de rede, que busca promover a interoperabilidade por meio de hardware, software e interfaces abertas em estações base de telecomunicações sem fio.

Tradicionalmente, as bases de rádio ou estações base são compostas por uma torre, antenas, equipamento ou unidades de rádio e a unidade de banda base. Essa infraestrutura é responsável por transmitir sinais de rádio, processá-los e permitir o acesso à rede, garantindo assim que cada célula se comunique com a rede de telecomunicações central. De modo geral, os equipamentos que compõem a estrutura das estações base são chamados de “caixas fechadas”, ou seja, soluções de hardware e software que, embora sejam baseadas em padrões, utilizam tecnologias proprietárias que não se comunicam com soluções de outros provedores.

O propósito da arquitetura Open RAN é desagregar os componentes de hardware, software, protocolos e interfaces, utilizando tecnologias abertas que possam se conectar e funcionar entre si, independente do provedor. Uma rede de acesso de rádio (RAN) aberta é capaz de executar o software de RAN em qualquer plataforma comum de hardware, como as que são baseadas em arquiteturas Intel x86 e ARM.

Além disso, as plataformas de software de RAN abertas podem estar baseadas em código fonte aberto, onde os melhores programadores, pessoa física ou empresas, podem contribuir com seu desenvolvimento. Este software é responsável por todas as funções da rede de acesso de rádio.  Desse modo, as interfaces RAN abertas podem ser desmembradas em componentes funcionais, como Unidade de Rádio (RU, Radio Units), Unidades Distribuídas (DU, Distributed Units) Unidades Centralizadas (CU, Centralized Units), entre outras.

A abertura da RAN também habilita a criação de um ecossistema multi-fabricante, que fomenta ainda mais a inovação. E por fim, a padronização é capaz de proporcionar economias em escala globais nas cadeias de suprimentos de fornecedores em todo o mundo. Juntas, a padronização e a abertura prometem reduzir custos e acelerar a inovação para 5G. [Download]