Colômbia contabiliza mais de 122.200 trabalhadores remotos

A inclusão das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) nos processos produtivos de cada um dos países permite uma evolução nas condições de trabalho dos cidadãos do país. Os diferentes incentivos que apresentam as autoridades ao teletrabalho possibilitam um avanço tanto para a produção, como para os próprios habitantes.

Neste sentido, a iniciativa de Teletrabalho do Ministério de Tecnologias da Informação e das Comunicações (MinTIC) e o Ministério do Trabalho da Colômbia buscaram quadruplicar o número de trabalhadores nesse país entre 2012 e 2018. Dessa forma, pode-se superar a meta traçada no Plano Nacional de Desenvolvimento, que está localizado em 120 mil empregos remotos.

De acordo com as autoridades, a Colômbia conta com 122.278 teletrabalhadores de acordo com o “Quarto Estudo de Penetração de Teletrabalho em Empresas Colombianas”, realizado pela Corporação Colômbia Digital e pelo Centro Nacional de Consultoria para o ano de 2018, o relatório reflete que esta modalidade de trabalho se consolidou no país.

O estudo que acontece a cada dois anos, terminou por revelar que este mercado aumentou em quatro vezes a quantidade de trabalhadores deste formato. O país passou de 32.553 teletrabalhadores em 2012 para 122.278 pessoas que utilizam esta modalidade para suas atividades. Da mesma forma, o estudo explica que o numero de empresas que implementam esta modalidade passou de 4.292 para 12.912 no mesmo período.

Entre as cidades colombianas com maior número de teletrabalhadores se destacam: Bogotá que passou a ter 55.848 trabalhadores remotos em 2016 para 63.995 em 2018; Medellín, que no mesmo período passou de 25.081 para 29.751; Cali que teve um crescimento exponencial, passando de 5.723 para 13.379; Bucaramanga, que quintuplicou sua cifra em dois anos, passando de 869 para 4.992, e Barranquilla, que se manteve com 4.827 teletrabalhadores. Por sua vez, desde as empresas que implementaram este tipo de trabalho destacam-se as de Serviços (86.116) e comércio (26.444).

Para realizar o projeto, tanto o MinTIC e Mintrabalho realizaram convênios de cooperação com entidades territoriais de Bogotá, Valle del Cauca, Atlántico e Antioquia. Além disso, para promover estas atividades realizaram 1 mil workshops e acompanhamentos em todo o país com a Comissão Consultiva de Teletrabalho.

Este tipo de iniciativa é importante para melhorar as condições dos trabalhadores, além de formar uma tendência mundial entre os diferentes benefícios que apresenta está modalidade, a redução de custos fixos nas empresas, aumento na produtividade, melhora na qualidade de vida dos trabalhadores, inclusão social, aporte ao melhoramento da mobilidade nas cidades, redução dos índices de contaminação e impulso no uso e apropriação das novas tecnologias.

Neste sentido, é importante contar com iniciativas realizadas pelas autoridades colombianas para estimular a adoção do Teletrabalho. As distintas clinicas, ações e estratégias que buscam fomentar o ingresso dos habitantes a esta modalidade de trabalho, o que melhora as oportunidades de crescimento profissional de cada um dos cidadãos.

No entanto, é necessário que estas iniciativas estejam complementadas por outras que buscam aumentar as condições de conectividade no mercado. Em outras palavras, entre as condições de teletrabalho que as autoridades devem colocar à disposição dos habitantes deve considerar-se o aumento de acesso a banda larga. Em particular, a banda larga móvel e sem fio, que por suas condições permite alcançar maiores porções da população de uma forma mais simples.

Para poder aumentar a conectividade de banda larga móvel ou sem fio é importante que as autoridades coloquem à disposição do mercado maiores porções de espectro radioelétrico. Assim como também é necessário que exista uma agenda das futuras licitações de espectro que as autoridades planejam colocar à disposição da indústria de serviços móveis.

Por sua vez, é fundamental que exista uma flexibilização das travas burocráticas para o desenvolvimento de redes de telecomunicações. A geração de normas a nível nacional que permitam à indústria ter previsibilidade no desenvolvimento de uma nova rede é necessária para sanar o desenvolvimento de novas tecnologias.

Com o mesmo horizonte, é importante que as autoridades reduzam as cargas impostas que pesam sobre os componentes de rede. O que facilita a indústria desenvolver novas tecnologias no mercado e alcançar coberturas de forma mais rápida. É também necessário que se minimizem os impostos que pesam sobre os dispositivos de acesso, para dessa forma alcançar uma maior quantidade de trabalhadores conectados.

Como se observa, a iniciativa de Teletrabalho da Colômbia é importante para melhorar as condições de trabalho dos cidadãos desse país. No entanto, deve ir acompanhada por politicas que buscam aumentar a conectividade no mercado para melhorar as opções de sucesso deste tipo de proposta.

0 comments on “Colômbia contabiliza mais de 122.200 trabalhadores remotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *