Colômbia capacita funcionários em recursos de TIC

Entre os trabalhos realizados pelas diferentes administrações da América Latina na busca pela implementação de governos eletrônicos, está o treinamento burocrático de pessoal. A possibilidade de educar funcionários públicos em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) torna-se uma ferramenta eficiente para prestar serviços aos cidadãos.

Nesse sentido, na Colômbia, cerca de 3.000 servidores públicos foram beneficiados com as chamadas oferecidas pelo Ministério de Tecnologias da Informação e Comunicação (MinTIC) para fortalecer seus conhecimentos na implementação da Política Digital do Governo. Este treinamento visa desenvolver essas capacidades nas entidades para as quais trabalham, contribuindo assim para a transformação digital.

Assim, por meio da Chamada para Capacitação no Estado, 761 servidores públicos foram avaliados e 236 selecionados para serem certificados internacionalmente em assuntos como segurança cibernética, gerenciamento de projetos ou arquitetura de tecnologia da informação. Os funcionários que participaram desse tipo de curso tinham financiamento para realizá-los.

Da mesma forma, com o objetivo de fortalecer e complementar as habilidades dos servidores públicos, o Ministério do Governo Digital do MinTIC está oferecendo cursos de treinamento gratuitos como parte da estratégia de Velocidade Máxima. Dessa forma, buscamos avançar na transformação digital do Estado através da superação de vários desafios.

Os cursos virtuais oferecidos são: Política Digital do Governo, Gerenciamento de Segurança da Informação, Arquitetura de TI, Inteligência Artificial, Dados para tomada de decisão e Processos Internos seguros e eficientes. Até o momento, esses treinamentos beneficiaram 2.740 servidores públicos. Com essas chamadas, os funcionários e contratados da fábrica desenvolvem habilidades que permitem a implementação da Política Digital do Governo.

O treinamento de funcionários públicos torna-se assim um ativo importante para os Estados realizarem seu desenvolvimento nas TIC, pois esse tipo de medidas tende a aumentar as oportunidades da Colômbia para alcançar a digitalização do mercado. Embora para que sua implementação acabe sendo eficiente, é necessário não apenas alcançar a conectividade nos órgãos governamentais, mas também junto à população, para que possam tirar proveito dessas vantagens.

Para atingir esses objetivos, as tecnologias de banda larga móvel são ideais, pois podem obter uma excelente cobertura com menos investimento em comparação às tecnologias fixas com fio. Da mesma forma, permitem alcançar áreas remotas de grandes centros urbanos, melhorando a entrada de cidadãos nesses serviços. Assim, tecnologias como LTE e, no futuro, 5G, permitirão que a população acesse com eficiência em alta velocidade e transmissão de dados robusta.

Para atingir esse objetivo, torna-se necessário que haja maior disponibilidade de espectro de rádio para serviços de banda larga móvel, bem como a criação de uma agenda com futuros concursos de espectro. Essa última medida gerará previsibilidade para as operadoras planejarem o desenvolvimento de novas tecnologias.

Como pode ser visto, o treinamento de funcionários do governo é uma medida importante para aumentar a conectividade dessas unidades. Dessa maneira, estão sendo feitos progressos na preparação do mercado para entrar no novo cenário global, em que as economias que conseguirem digitalizar terão uma vantagem sobre o restante dos mercados.

Para atingir esses objetivos, torna-se essencial que as autoridades aumentem seus esforços para aprimorar a conectividade e a adoção digital na população. Dessa forma, será possível melhorar as oportunidades para que os esforços feitos para conectar os diferentes setores do governo tenham maiores chances de obter sucesso.