Brasil busca aumentar a ajuda das TIC na Saúde

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério de Saúde do Brasil, firmaram um acordo de cooperação com o objetivo de estimular o desenvolvimento de novas soluções de TIC para a saúde. O acordo pretende ser o ponto de partida para a melhora dos serviços de saúde prestados para a população.

Trata-se de uma proposta que busca melhorar a gestão da saúde pública, gerando uma economia de recursos que serão replicados nesta área. Assim, por meio das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) busca-se aumentar a eficiência e a efetividade dos serviços de saúde no país. O projeto também inclui realizar pesquisas de desenvolvimento e inovação a favor da saúde.

Entre as ações, destaca-se o desenvolvimento de uma plataforma para integrar a informação das históricas clinicas do Sistema Único de Saúde (SUS) nos âmbitos municipal, estadual e federal, e a qualificação dos profissionais. Para isso realizaram novas soluções TIC com o objetivo de melhorar a qualidade de serviços de saúde pública no país.

Ainda assim, a adoção das TIC tem como objetivo ser uma ferramenta importante para otimizar o gasto público. A partir de um melhor planejamento e gestão de maneira mais eficaz. Assim, esses recursos poderão ser destinados a melhorar outros aspectos da saúde pública.

A implantação de projetos que aumentam a digitalização dos prontuários dos pacientes é importante de todos os pontos de vista da saúde. A partir da atenção e do início do tratamento o mais cedo possível são gerados benefícios para os bancos de dados dos sistemas de informações. Ao tornar-se acessível para qualquer país, torna-se uma ferramenta fundamental para os profissionais da saúde no atendimento do paciente.

No entanto, para que esta iniciativa tenha um impacto positivo no setor, é fundamental que exista conectividade em todas as áreas da saúde. Desta forma, os profissionais podem realizar e completar de forma imediata as particularidades de cada paciente. Neste sentido, e considerando a extensão de um país como o Brasil, a banda larga sem fio cobra um papel fundamental, em particular porque reduz os custos de conexões naquelas áreas distantes dos grandes centros urbanos.

Um ponto importante que busca estimular este projeto é a realização de pesquisas de desenvolvimento e inovação para alcançar resultados científicos, tecnológicos e socioeconômicos de impacto positivo para o Brasil. O objetivo é ampliar o controle da informação por meio de sistemas digitais, na busca de ofertas de serviços de qualidade com foco de gestão dos recursos de saúde em tempo real e a transparência para o cidadão. Assim, o acordo de cooperação prevê que o programa de pesquisa tenha estudos próprios que serão abertos à entidades e especialistas. Os temas a serem pesquisados serão definidos por um grupo de trabalho com representantes de ambos os ministérios.

As pesquisas desenvolvidas no âmbito do programa deverão ser aproveitadas na escala piloto para garantir que as soluções se adequem à realidade brasileira. Nesta data, a implementação das propostas deverão ser feitas de maneira integrada entre as esferas e o governo de modo que os benefícios cheguem ao cidadão.

A colaboração entre os setores de saúde e TIC do Governo do Brasil é fundamental para melhorar a qualidade de atenção aos cidadãos. É importante também que estas iniciativas incluam o setor privado, com o objetivo de aumentar também a participação de âmbitos por fora do governo e gerar assim um ecossistema colaborativo tendente a melhorar a qualidade de saúde no país.

0 comments on “Brasil busca aumentar a ajuda das TIC na Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.