Bolívia desenvolve cartão de vacinação digital

A luta dos Estados latino-americanos contra a pandemia de Covid-19 atingiu seu ápice em 2021 com a chegada incipiente das vacinas. A maioria dos países da região fez esforços para inocular sua população, bem como para implantar políticas onde é importante que os cidadãos tenham seus certificados de vacinação.

Na Bolívia, a Agência de Governo Eletrônico e Tecnologias da Informação e Comunicação (AGETIC), atendendo à demanda do Ministério da Presidência e em conjunto com o Ministério da Saúde e Esportes, possibilitou um sistema a partir do qual os bolivianos podem gerar a Carteira de Vacinação de forma virtual ou física.

A Carteira de Vacinação é um documento oficial que pode ser portado pelos cidadãos que tenham completado o esquema vacinal da Covid-19. Para realizá-lo, foram habilitadas ferramentas tecnológicas para que os cidadãos possam acessar este importante documento.

Uma das opções disponíveis aos cidadãos é por meio da plataforma web do Sistema Único de Saúde (SUS): https://sus.minsalud.gob.bo. A outra é através do uso do aplicativo móvel “Unidos contra a COVID”. Nas duas opções, os moradores poderão fazer o download do cartão inserindo dados simples, como RG e data de nascimento.

Ambas as alternativas emitem um cartão em formato PDF, que é portátil, seguro e verificável, pois possui um código QR, que só pode ser lido a partir de um meio de verificação autorizado. Para verificar a validade de um Cartão de Vacinação, basta acessar o aplicativo móvel “Unidos contra a Covid”, a partir do qual será lido o código QR e gerado um arquivo PDF com as informações atualizadas sobre as vacinas.

Entre os objetivos que a AGETIC possui está desenvolver políticas, programas, projetos e ações relacionadas às tecnologias de informação e comunicação (TIC) para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. A agência reconhece que trabalha para contribuir por meio das TICs com a saúde pública dos bolivianos, diante da Covid-19.

Esta nova política faz parte das ações que a AGETIC realiza para melhorar as condições de vida dos habitantes através das TIC. A possibilidade de cada cidadão contar com a carteira de vacinação no celular é importante para implantar outros tipos de políticas como o passaporte da vacina, ou a comprovação da vacinação para a realização de determinadas atividades.

No entanto, para que essa estratégia seja executada com eficiência, ela deve ser complementada por outras que possibilitem aumentar o acesso à banda larga no mercado. Particularmente a banda larga móvel, que por suas características permite que uma maior parcela da população tenha acesso à Internet, tecnologias como a LTE e a 5G permitem o acesso de alta velocidade.

Para estimular o desenvolvimento dessas redes, é importante que as autoridades disponibilizem maiores porções do espectro radioelétrico ao setor de telecomunicações. Também é necessário gerar uma agenda para as próximas licitações para que as operadoras possam planejar com eficiência o desenvolvimento de redes de banda larga móvel de nova geração.

Da mesma forma, é importante que as autoridades criem condições que estimulem a implantação de redes de telecomunicações, reduzindo os entraves burocráticos existentes para implantação de novas tecnologias. A geração de uma lei que atenda às exigências de todos os órgãos do Estado, bem como a criação do conceito de janela única, são ferramentas importantes nesse sentido.

Como pode ser visto, a iniciativa de gerar um cartão de vacinação digital é importante para o desenvolvimento da Bolívia e a implementação das políticas de saúde no país. No entanto, devem ser acompanhadas de outras iniciativas que possibilitem o desenvolvimento de serviços de banda larga móvel para complementar esses benefícios.