Bahamas aplica digitalização da indústria marítima

O desenvolvimento de uma economia digital depende do trabalho conjunto dos setores público e privado que possibilita a promoção dos diferentes mercados verticais. É importante que esses esforços sejam realizados nos setores de maior participação nas economias dos países, fazendo com que os serviços digitais aumentem a produtividade da nação.

Vários empresários das Bahamas estão trabalhando na incorporação de serviços digitais aplicáveis ​​à indústria marítima. Esses produtos permitem melhorar as condições do setor, possibilitando seu crescimento a partir da adição de moedas digitais.

Há esperança de que a digitalização abra espaço para o crescimento, especialmente, de pequenas e médias empresas, voltadas tanto para turistas quanto para moradores locais, que buscam reduzir o uso de dinheiro no comércio. Aplicativos como o Kanoo oferecem recursos de cobrança e integração de API para que os comerciantes das Bahamas realizem suas transações.

Por meio das funções de cobrança, os lojistas locais poderão enviar suas faturas aos clientes através de aplicativos ou links. Também será possível inserir os fundos de pagamento, que são instantaneamente creditados na carteira digital.

Por outro lado, a Slipe Hospitality está trabalhando na criação de aplicativos para que os usuários possam reservar e pagar viagens marítimas digitalmente. Assim como já é feito com voos, carros e hotéis. Por isso, estão desenvolvendo a digitalização das viagens marítimas por meio dos serviços disponibilizados em seu site.

Através da plataforma Slipe, as pessoas poderão agendar qualquer serviço que necessitem, seja abastecimento, limpeza, manutenção, etc. Uma vez que esse serviço estiver sendo prestado aos navios, será possível que os usuários contratem qualquer outro benefício que as empresas prestadoras escolham oferecer. Ainda em fase de testes, o aplicativo oferece transações business-to-business (B2B) e business-to-consumer (B2C).

A Slipe está focada em fazer parcerias com empresas das Family Islands (conjunto de ilhas das Bahamas) para promover o novo aplicativo antes de lançá-lo internacionalmente. Embora, eles também trabalhem em parceria com organizações de fora das Bahamas.

O desenvolvimento dessas tecnologias é importante para a indústria marítima, que é muito ativa quando se trata de cruzeiros nas Bahamas. Para isso, é necessário que a população tenha acesso às ferramentas digitais, a fim de gerar uma concorrência que possibilite uma maior oferta desses aplicativos à sociedade.

Para isso, é preciso que haja esforços na implantação de tecnologias de banda larga no mercado. Principalmente, de serviços móveis que, por suas condições, podem atingir a cobertura de áreas rurais e mais distantes dos centros urbanos. Nessas circunstâncias, tecnologias como a LTE e a 5G oferecem potencial para fornecer serviços de banda larga de alta velocidade e com grande robustez de dados.

Para isso, é necessário que as autoridades das Bahamas desenvolvam políticas que possam disponibilizar ao setor de telecomunicações porções maiores do espectro radioelétrico, permitindo que as empresas de telecom possam implantar suas redes. Por outro lado, é fundamental que disponibilizem às operadoras uma agenda de futuros concursos de espectro que permita que elas planejem a instalação de suas redes.

Com o mesmo objetivo, também é necessário conseguir a redução dos entraves burocráticos que pesam no desenvolvimento de novas redes de telecomunicações. Para que isso ocorra, deve ser criada uma norma única nacional que agregue as demandas do Estado, bem como a criação do conceito de janela única de trâmites, ambas medidas desburocratizantes.

Para concluir, a iniciativa realizada por diferentes empresas nas Bahamas é positiva para a indústria marítima. No entanto, ela precisa ser acompanhada de outras iniciativas que viabilizem o desenvolvimento da banda larga móvel no mercado para obter melhores resultados.