Argentina inaugura hospital que oferece formação em Telemedicina

O desenvolvimento das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) no setor da saúde tem diversas aplicações, desde a geração de um Prontuário Médico Eletrônico, até o atendimento privado através de meios audiovisuais como a telemedicina.

Na província de San Luis, Argentina, está o Hospital Central “Dr. Ramón Carrillo ” que conta com um setor para a formação universitária de futuros médicos com foco em práticas de telemedicina. O edifício possui 50 mil metros quadrados cobertos e com equipamentos de última geração.

No total, o hospital contará com 400 leitos de internação geral crítica, internação de terapia intensiva e enfermaria. Além disso, terá 15 salas cirúrgicas, sendo 9 gerais e 6 especiais incluindo uma sala híbrida, além de instalações necessárias para as atividades de diagnóstico e tratamento de mais de 50 enfermidades.

A criação de um espaço para o ensino universitário, especializado em telemedicina com o objetivo de formação de profissionais, é muito importante para a implantação desta modalidade na Argentina. A sua implementação representa um passo importante dentro da incorporação das TIC no setor, além da formação de capital humano.

Um dos maiores obstáculos que devem ser superados ao iniciar a digitalização de qualquer setor é a formação de profissionais. Ter formação específica em telessaúde é um caminho positivo para o setor se preparar para o futuro, promovendo uma modalidade de atendimento que já é tendência mundial. Nesse sentido é muito importante que os profissionais de saúde possam contar com ferramentas para se aprimorarem na digitalização do setor.

A implementação desses benefícios deve ser acompanhada de outras políticas que as autoridades do país devem realizar para aproveitar os benefícios da telemedicina,  se não houver uma estratégia de busca para aumentar o acesso à banda larga no país, os esforços de promoção da telessaúde serão limitados.

Em particular os serviços de banda larga móvel, que pelas suas características permitem chegar a um número maior de pessoas ao cobrir uma área extensa de forma mais rápida e econômica. Da mesma forma, tecnologias como a LTE permitem acesso a dados robustos de alta velocidade, enquanto que o desenvolvimento futuro da 5G permitirá a criação de novas possibilidades para a implantação de novos serviços.

Por esta razão, as estratégias com abrangência nacional com o intuito de ampliar o desenvolvimento dos serviços móveis são importantes. Políticas que visem a melhoria do acesso ao espectro radioelétrico para o setor de telecomunicações, bem como a geração de uma agenda para futuras licitações de espectro, que permite às operadoras planejar com eficiência o desenvolvimento de novas tecnologias.

Também é importante criar políticas que reduzam os obstáculos burocráticos que existem na implantação de redes de telecomunicações. Em particular, a geração de diretrizes que reúnam as demandas dos diferentes níveis do Estado, bem como a geração de uma janela única que permita às operadoras reunir os diferentes procedimentos em um único interlocutor.

Um hospital que busca formar profissionais em telemedicina é muito importante para a evolução do setor de saúde na Argentina. No entanto, essa estratégia deve ser acompanhada por políticas que buscam aumentar o alcance da banda larga móvel para ter um efeito positivo junto à população.