Aplicativo móvel ajuda familiares de pessoas com Síndrome de Down

Aplicativo móvel desenvolvido na Argentina ajuda as famílias de pessoas com Síndrome de Down a localizar espaços de integração e serviços para eles com rapidez e facilidade. O aplicativo funciona em smarpthones com sistemas Android, iOS, Blackberry ou Windows.

O app se chama ASDRA FINDER, foi desenvolvido pela Snoop Consulting, e conta com o apoio da Asociación Síndrome de Down de la República Argentina (ASDRA),  entidade que trabalha para melhorar a qualidade de vida das pessoas portadoras dessa síndrome.

Em termos legais é uma associação civil sem fins lucrativos e de bem público, que foi fundada por pais de pessoas com Síndrome de Down. Entre outras atividade, a ASADRA dedica-se a realizar sessões gratuitas de capacitação para que os médicos se preparem para o momento de contar às famílias que a criança possui a síndrome, ao informar os pais de recém-nascidos nas maternidades, desenvolver campanhas de sensibilização em escolas e promover campanhas de inclusão.

A associação também realiza sessões para que os docentes garantam os princípios básicos de inclusão em salas de aula. Além disso, maternidades são visitadas para conversar com as famílias, informar os médicos, e realizar um seguimento de cada caso para assessorar as pessoas que necessitarem. Assim como atendimento telefônico para mais de 700 consultas telefônicas gratuitas ao mês para apoio psicológico, legal, sanitário e escolar.

O aplicativo busca aproveitar o crescimento de acessos por meio de smartphones dentro do mercado argentino. No final de 2014, o mercado contava com 9,4 milhões de telefones móveis inteligentes vendidos, de acordo com dados previstos em maio de 2014 pela Carrier &  Asociados y publicados por 5G Americas.

Desta forma, o aplicativo busca transformar o smartphone em uma ferramenta de ajuda aos familiares de pessoas com síndrome de Down. Para isto, lhes proporciona informações que possibilite o melhor aproveitamento dos benefícios da ASADRA, cobrindo necessidades pontuais para que possam utilizar uma ferramenta que abrange todos os serviços que de interesse como profissionais de saúde, colégios especiais, atividades entre outros.

Com o aplicativo, os familiares não precisam realizar ligações para informar às ASDRA sobre instituições especializadas. Para agilizar estes trâmites, também permitem geolocalizar as instituições que aceitam crianças com a síndrome com base na localização do usuário. O que faz é detectar o local onde se encontra a pessoa e lhe indica pontos com este perfil em um raio de 3,2 km.

Entre as vantagens que o App possui, destaca-se a portabilidade, assim como a capacidade de não depender de um dispositivo único. Com a mesma lógica, o aplicativo conta com a menor quantidade de requisitos possíveis, para dessa forma poder alcançar uma maior quantidade de público, já que se adapta à todos os sistemas operacionais:  Android, IOS, BlackBerry ou Windows.

Uma das possibilidades que o App apresenta é sua conexão com diferentes redes sociais, o que oferece a oportunidade de maior dinamismo entre quem precisa das suas funcionalidades. Neste sentido, aproveita sua repercussão nas redes sociais a fim de captar uma maior quantidade de usuários que possam se beneficiar com seus dados.

Todavia, a aplicação apresenta-se como uma oportunidade para os familiares.   Assim como também facilita a possibilidade de acesso à informação e dos diversos benefícios oferecidos pelo ASADRA, aumentando assim as possibilidades de inclusão desses beneficiários.

Pensando no futuro, as bases do aplicativo podem ser de grande utilidade para novos grupos de minorias com diferentes tipos de transtornos. Em outras palavras, o mesmo conceito de aplicativo pode ser utilizado por outras pessoas que sofrem de diferentes problemas, doenças ou complicações para aumentar suas possibilidades de acessar informação sobre os benefícios que lhes correspondam.

Este tipo de App confirma uma interessante proposta das TIC para diferentes grupos específicos. Por meio de smartphones e com requisitos mínimos, conseguem oferecer informação valiosa para uma maior quantidade de pessoas que se encontram afetadas por diferentes problemas. Contudo, é necessário que existam redes robustas para poder oferecer acesso à dados a todo momento no mercado.

Neste sentido, é importante que o mercado argentino amadureça oferecendo serviços de LTE de forma mais efetiva, assim como também ofereça para as operadoras móveis a possibilidade de contar com a disponibilidade plena de banda larga 700 MHz, o que permitirá alcançar maiores coberturas no mercado devido à sua propagação. Da mesma forma, o mercado deveria contar com normas de implementação de redes unificadas que facilitem o desenvolvimento da cobertura de serviços para as operadoras.

Estas normas, junto com a redução de impostos sobre dispositivos e serviços, tendem a extinguir a exclusão digital do mercado. Também servirão para poder ampliar a quantidade de pessoas beneficiadas pelos aplicativos para que busquem melhorar o acesso à informação dos parentes com diferentes transtornos ou doenças. Entre esses beneficiários encontram-se aqueles que pertence ao ASADRA.

0 comments on “Aplicativo móvel ajuda familiares de pessoas com Síndrome de Down

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.