Antenas celulares não representam riscos para a saúde, segundo especialistas

A exposição a radicações não ionizantes emitidas por antenas e telefones móveis de telecomunicações móveis 4G e 5G que cumprem os padrões internacionais não constituem risco para a saúde, de acordo com diversas entidades internacionais como a OMS, SCENIHR e ICBIRP.

São Paulo, 15 de junho de 2020 – Ante a circulação de rumores e informação falsa e sem fundamento sobre supostos riscos para a saúde das pessoas, a 5G Americas deseja esclarecer que não existe evidencia científica de que as redes de telecomunicações móveis sujeitas aos padrões internacionais provoquem efeitos adversos para a saúde das pessoas.

Estudo e pesquisas de diversos órgãos mundiais determinaram que a exposição às emissões de radiação não ionizante (RNI) das redes de telecomunicações sem fio não produzem efeitos adversos para a saúde pública se estiver dentro dos limites recomendados pela Comissão Interamericana de Proteção contra a Radiação Não Ionizante (ICNIRP).

Entre as agências e órgãos que se pronunciaram sobre o tema, encontram-se a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Comitê Científico sobre Riscos para a Saúde Emergente e Recentemente Identificados (SCENIHR) da União Europeia, da ICNIRP, entre outros.

Para contribuir com informação responsável, a 5G Americas elaborou uma página informativa com recursos relacionados às telecomunicações móveis, incluindo a 4G e a 5G, e sua relação com a saúde humana, que pode ser consultada no link https://brechazero.com.br/5g-e-saude/ (5G e Saúde).

As telecomunicações cumprem uma função de vital importância para a resposta ante emergências como para facilitar a atenção médica e proporcionar comunicação, informação, aplicações e outras prestações complementares para o cuidado da saúde e demais necessidades básicas das pessoas.

Os danos à infraestrutura de telecomunicações podem ocasionar interrupções de serviço, prejudicando pessoas que fazem uso da mesma, inclusive para ter acesso a atendimento médico adequado.

Por isso, a 5G Americas considera de suma importância a realização de campanhas informativas destinadas a população com o intuito de despertar a conscientização sobre a importância da infraestrutura de telecomunicações, baseadas em informações verdadeiras e com fundamentos cientificos.

###

Sobre a 5G Americas: A Voz da 5G e LTE para as Américas
A 5G Americas é uma associação setorial dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações. A missão da organização é de apoiar e promover o desenvolvimento total das capacidades da tecnologia sem fio LTE e sua evolução além da 5G, em todo o ecossistema de redes, serviços, aplicativos e dispositivos sem fio nas Américas. A 5G Americas fomenta o desenvolvimento de uma comunidade conectada e sem fio e está liderando o desenvolvimento da 5G para toda a região das Américas.  A 5G Americas é sediada em Bellevue, no estado de Washington. Para mais informações, visite www.5gamericas.org. Siga-nos no Twitter: @5GA_Brasil, no Facebook e acompanhe nosso grupo no Linkedin: 5G Americas – Latin America & Caribbean.

Os Membros do Conselho de Administração da 5G Americas incluem: AT&T, Cable & Wireless, Ciena, Cisco, CommScope, Crown Castle, Ericsson, Intel, Mavenir, Nokia, Qualcomm Incorporated, Samsung, Shaw Communications Inc., T-Mobile US, Inc., Telefónica e WOM.