Acordo entre a CATEL e a Movistar busca acabar com a brecha digital em populações distantes das grandes cidades na Argentina

No webinar Conectividade rural na Argentina, Acordo CATEL e Movistar, Ariel Fernández, presidente da CATEL, detalhou a importância da conectividade em áreas rurais no país.

Fernandéz expressou que a CATEL firmou um acordo com a Movistar por 10 anos para o desenvolvimento do Imowi (marca do projeto), sendo a primeira operadora de telecomunicações de cooperativas que lançou serviços em fevereiro de 2022. O objetivo é levar banda larga para áreas rurais do interior do país das quais não existe conectividade. Parte fundamental deste acordo é que pode ser estendido para o restante do país, especialmente para áreas sem serviço. A princípio será ofertada a tecnologia 5G, mas já que o acordo vigente é somente até 2023, deve ser atualizado com possível mudança da tecnologia oferecida no decorrer do tempo.

Segundo o executivo, o Estado deveria ter um padrão mais atrativo para diminuir estas brechas. “Este acordo é um marco na região. Se não firmássemos um acordo entre privados, estes locais não teriam conectividade. A possibilidade de que pequenos e médios atores possam ter este recurso torna possível que milhares de argentinos possam ter conectividade”, apontou.

Até agora, a Imowi atua como operadora móvel virtual (OMV): como provedora de telefonia celular que utiliza a rede da Movistar. No entanto, este projeto terá um formato híbrido, já que a Catel desenvolverá sua própria estrutura e venderá comercialmente o serviço.

“o acordo com a Movistar integra todas as tecnologias, ou seja, o que poderia somar à 5G na qual vamos desenvolver cobertura, não existe uma limitação tecnológica”, explicou Ariel Fernández.

A Catel considera a parceria um marco, demonstrando que está madura e que superou a virtualidade, e que a mobilidade é a única forma de conectar os não conectados, essa é a premissa. Somos facilitadores sem fins lucrativos que colocam a Imowi à disposição de quem quer desenvolver suas redes, por isso temos acordos estratégicos, com a função de conectividade rural. Nos modelos propostos sempre todos ganham. A Movistar também entende nosso acordo como algo que fortalece e que pode ser replicável em outros territórios.

A busca por aumentar a conectividade no mercado é uma das metas propostas pela maioria das autoridades dos Estados da América Latina. Por meio desta ferramenta, busca-se gerar inclusão digital que permita aos distintos mercados adaptar-se às demandas que existem na sociedade de conhecimento, ou seja, potencializar as atitudes da população.