A fibra óptica será fundamental na América Latina e no Caribe para o avanço de novas tecnologias sem fio

As redes de fibra óptica, tanto até as residências (FTTH) como até Edifícios (FTTB), serão de vital importância para apontar o desenvolvimento de tecnologias sem fio avançadas como a 5G.

Como uma cobertura acima de 90% dos lugares (dezembro de 2022), Trindade e Tobago, Barbados e Uruguai lideram o desenvolvimento de FTTH/B em 18 países selecionados da América Latina e do Caribe, segundo a consultoria SmC+

São Paulo, 28 de novembro de 2023 – As redes de fibra óptica terão um papel fundamental para oferecer uma conectividade robusta e às vezes suportar o desenvolvimento de tecnologias sem fio como a 4G e 5G, entre outras. De acordo com uma infografia da 5G Americas elaborada com informação e SmC+ Consulting, espera-se que o download de tráfego de dados originado em dispositivos móveis (offload traffic) através de redes WI-FI conectadas por fibra óptica passe de 59% em 4G a 71% em 5G.

Os cenários futuros comtemplam que o esquema de download de dados (mobile offloading) possa oferecer uma alternativa eficiente para a gestão de tráfego, especialmente em ambientes interiores ou mistos interior-misto com altos requerimentos de capacidade e/ou densidade de dispositivos, e para usos como Internet das Coisas (IoT), Realidade Virtual, Realidade Aumentada e aplicações para comércios que irão concentrar seu foco em oferecer conectividade e cobertura em cenários de mobilidade, como o transporte e ambientes exteriores. Neste sentido, as redes de fibra óptica até as residências e edifícios (FTTH/B) serão vitais no papel de cursar esse tráfego móvel mediante redes WI-FI.

De acordo com dados de SmC+ Consulting, a cobertura FTTH/B – em termos de espaços passados sobre o total de residências do país – média da América Latina e do Caribe (considerando 18 países selecionados) alcança 66%, com três países liderando o ranking: Trindade e Tobago (95%), Barbados (94%) e Uruguai (90%). 

Contudo, em termos de penetração de serviço (assinaturas sobre o total de residências do país), a média latino-americana é de 33%, com Barbados (86%) e Uruguai (88%) muito acima do resto dos países da região. Por fim, o terceiro posto fica para Trindade e Tobago, com uma penetração de 50%.

O índice de ocupação (take-up) da fibra óptica na região é de apenas 50%. Este índice considera o número de assinaturas FTTH/B sobre o total de residências com a tecnologia passada. Considerando este panorama, ainda requer esforços comerciais para migrar os usuários desde outras tecnologias até a FTTH/B, o que implica que também existe um potencial para o crescimento em termos de assinaturas com investimentos adicionais limitados. 

Finalmente, a SmC+ estima que FTTH/B na América Latina continuará aumentando até 2027, para alcançar uma média de cobertura de 80%, e uma média de penetração de 57%. [DOWNLOAD]

###

Sobre a 5G Americas: A Voz da 5G e LTE para as Américas

A 5G Americas é uma associação setorial dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações. A missão da organização é de apoiar e promover o desenvolvimento total das capacidades da tecnologia sem fio LTE e sua evolução além da 5G, em todo o ecossistema de redes, serviços, aplicativos e dispositivos sem fio nas Américas. A 5G Americas fomenta o desenvolvimento de uma comunidade conectada e sem fio e está liderando o desenvolvimento da 5G para toda a região das Américas. A 5G Americas é sediada em Bellevue, no estado de Washington. Para mais informações, visite o site para o Brasil www.brechazero.com.br. Siga-nos no Twitter: @5GA_Brasil, e acompanhe nosso grupo no Linkedin: 5G Americas – Latin America & Caribbean.

Os Membros do Conselho de Administração da 5G Americas incluem: Airspan Networks Inc., Antel, AT&T, Ciena, Cisco, Crown Castle, Ericsson, Liberty Latin America, Nokia, Qualcomm Incorporated, Samsung, Roger Communications, T-Mobile US, Inc., Telefónica, VMware, and WOM.