A Colômbia incentiva seus funcionários para gerar soluções inovadoras em suas áreas

A busca pelo aumento da presença das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) nos diversos âmbitos governamentais pode tomar diferentes caminhos. Desde planos a nível nacional, até iniciativas municipais, todos são parte da mesma estratégia de digitalização.

Neste sentido, o Ministério de Tecnologias da Informação e da Comunicação (MinTIC) desenvolveu a estratégia Catalisadores de Inovação. Trata-se de uma convocação que incentiva o desenho de soluções para entidades públicas.

Em sua última experiência, funcionários públicos de dez entidades apresentaram projetos para solucionar os desafios de suas organizações, com base em metodologias de inovação e no uso de tecnologias digitais. Entre as organizações vencedoras do Catalisador da Inovação estavam a Colpensiones, o Instituto Colombiano de Bem-Estar Familiar, a Prefeitura de Yopal, Águas de Manizales S.A. E.S.P., o Instituto de Pesquisa Marinha e Costeira (INVEMAR), Agrosavia, a Prefeitura de Pasto, a Prefeitura de Charalá, INVIMA-DNP e o Ministério da Defesa Nacional.

Desta forma, busca formar líderes e equipamentos que desenvolvem seus desenhos com estas características: aprender fazendo, experimentação, foco regional, trabalho em equipe e autonomia, para solucionar desafios dos objetivos de desenvolvimento sustentável. Estas sete versões beneficiaram 189 funcionários, 97 entidades da ordem nacional e 92 da ordem territorial.

Iniciativas deste tipo geram um duplo benefício para as autoridades na busca por melhorar as condições de e-governo: por uma parte aumentam a presença das TIC neste setor, enquanto que por outra geram um maior compromisso dos trabalhadores estatais com a inovação. Desta forma conseguem melhorar também a relação das autoridades com os cidadãos, assim como também gerar maior transparência junto à população.

Além disso, a iniciativa permite ao governo avançar na digitalização de seus serviços mediante iniciativas realizadas pelos próprios funcionários. Com isso reduz também o tempo de inicio das mesmas e aumenta o compromisso dos trabalhadores. Em outras palavras, possibilita aumentar as oportunidades de adoção de novas iniciativas de e-governo.

Estas iniciativas fazem uso do Big Data e armazenamento em nuvem, de forma que possam acessar a informação com eficiência e rapidamente. Por isso, para que estas atividades funcionem é indispensável que exista uma boa conexão em todas as áreas estatais, que permita aos funcionários fazer uso prático das medidas inovadoras que propõem.

Neste sentido, tecnologias de banda larga móvel como a LTE, ou em um futuro como a 5G, apresentam-se como uma alternativa ótima para potencializar as iniciativas associadas com o e-governo. Em particular por sua velocidade e robustez na transmissão de dados, assim como sua capacidade de poder envolver grandes territórios de forma rápida e econômica.

Ainda que a banda larga alcance maior eficiência é necessário que as autoridades da Colômbia coloquem à disposição do mercado uma maior quantidade de espectro radioelétrico para serviços deste tipo. É também necessário que exista uma maior agenda de futuras licitações de espectro, e que seja respeitada pelas autoridades, para então existir previsibilidades na indústria.

Também, é importante que as autoridades flexibilizem as demandas burocráticas que existem no momento de desenvolver serviços de telecomunicações, em particular a construção de redes móveis. É necessário que exista coerência a nível nacional com as demandas das diferentes municipalidades, de forma que as operadoras possam planejar o desenvolvimento de novas tecnologias.

Por sua vez, é necessário que se trabalhe com baixos impostos tanto para os componentes de rede como para os dispositivos de acesso. No primeiro caso, é importante que as operadoras reduzam seus gastos de desenvolvimento e possam desenvolver tecnologia mais inovadora de forma mais rápida. Tanto que os terminais de acesso mais econômicos permitem maior acessibilidade dos mesmos, o que possibilita que uma maior quantidade da população acesse e assim se beneficie com as iniciativas de e-governo.

Como é observado, a estratégia do MinTIC busca aumentar o compromisso dos diversos funcionários no desenvolvimento de iniciativas associadas com a inovação, isso é positivo para a digitalização dos diferentes ambientes governamentais. No entanto, é importante que as autoridades do país realizem esforços para aumentar a conectividade no mercado, em particular por intermédio de banda larga móvel, potencializando os esforços realizados.

0 comments on “A Colômbia incentiva seus funcionários para gerar soluções inovadoras em suas áreas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *