O Ministério da Educação e Cultura do Uruguai, por meio dos Centros MEC, realizará um plano piloto com idosos cujo objetivo é capacitá-los para o uso da tecnologia. A experiência começará em quatro centros e terá a duração de um ano.

O projeto é assinado pelo marco Plan Ibirapitá, que permitirá difundir o uso de novas tablets eletrônicas gerando conhecimento científico, alfabetização, uso e apropriação por parte dos idosos.

Os Centros MEC receberão 40 tablets e um display digital interativo para utilizarem como materiais didáticos para os cursos que serão oferecidos aos idosos. A proposta começará com um programa piloto que irá decorrer até o final do próximo ano, em quatro centros MEC, dois dos quais estão em Montevidéu, Maldonado e outro em Soriano.

Estas iniciativas têm um alto potencial para inclusão quando conseguem tirar proveito das tecnologias sem fio. A capacidade do acesso, por meio das tecnologias 4G LTE, permitem a mobilidade e interação com diferentes aplicações. De acordo com dados fornecidos pela Ovum para a 4G Americas, a América Latina teve 22,5 milhões de acessos LTE no primeiro semestre de 2015.