O município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará, se soma à lista de cidades digitais do Brasil. É sabido que se transformará em uma comunidade que promove e impulsiona a Sociedade da Informação nos diversos âmbitos: educativo, cívico, cultural, social, de trabalho, econômico, produtivo, sanitário e assistencial, por meio das Tecnologias da Informação e comunicação (TIC).

Para levar adiante este objetivo, realizou-se a instalação de um anel de fibra óptica de 13 km que se comunica com 125 órgãos governamentais e 21 pontos de acesso público e gratuito à Internet.

A possibilidade de acesso às Internet em lugares públicos é importante para potencializar a inclusão digital dos cidadãos. A instalação de redes sem fio é uma grande oportunidade para que os usuários possam se conectar à Internet por meio de smartphones e tablets, aumentando assim não só o acesso à informação, mas também a possibilidade de melhorar as comunicações e produtividade dos habitantes.

No total, se beneficiam ao redor de 46 mil habitantes da cidade. À possibilidade de conectividade gratuita sem fio, o município agregou o desdobramento de telecentros para reforçar iniciativas de inclusão digital. Assim, um espaço público de acesso às TICs, dotados com conectividade e computadores para os cidadãos. São Gonçalo do Amarante é um dos nove municípios do Ceará que estão contemplados na primeira fase do Projeto Cidades Digitais, do Ministério das Comunicações do Brasil.

O programa tem como objetivo modernizar a gestão, ampliar o acesso aos serviços públicos e promover o desenvolvimento dos municípios brasileiros por meio da tecnologia. Além disso, o anel de fibra óptica, que intercomunica com os órgãos públicos, à rede de Cidades Digitais, viabiliza a instalação de equipamentos e softwares, suporte técnico e aplicações em áreas de saúde, educação e gestão financeira e tributária, além de pontos gratuitos de WiFi para a população.