Aumentar o espectro radioelétrico destinado aos serviços de banda larga móvel é o passo necessário para que a Colômbia possa se potencializar para o ingresso na nova economia digital. O desenvolvimento da 5G, acompanhado da Internet das Coisas (IoT), será fundamental para que o país possa avançar neste sentido.

A Colômbia apresenta condições necessárias para o desenvolvimento da banda larga móvel como motor de sua economia e desenvolvimento das condições de vida de seus habitantes. Ainda que seja necessário que aumentem seus esforços para potencializar o desenvolvimento da 5G, segundo reforça o estudo Mercado de Telecomunicações da Colômbia, publicado pela 5G Americas e que faz parte da Série de Estudos de Mercados da América Latina.

Ao final de 2018, o Ministério de Tecnologia da Informação e Comunicação (MinTIC) da Colômbia estimava que os acessos de banda larga móvel alcançavam os 25,9 milhões dos quais a maioria eram LTE com 16,1 milhões de acessos. De acordo com dados da consultoria Global Data entregues para a 5G Americas, o mercado móvel da Colômbia totalizará 66,2 milhões de linhas totais até o final de 2023, dos quais o acesso de banda larga móvel representará 99%.

Essas tecnologias exigirão uma porção maior do espectro radioelétrico para que novas tecnologias possam ser usadas eficientemente. Atualmente, o mercado móvel na Colômbia tem 362,5 MHz alocados nacionalmente para serviços móveis, o que equivale a 27,9% da quantidade de espectro sugerida pela ITU-RM 2078 para 2015 e 18,5% da correspondente para 2020.

Outro ponto que é discutido no estudo, e que se torna necessário para o mercado aproveitar as oportunidades 5G, é a implantação de tecnologia. Nesse sentido, é necessária a existência de regras claras que permitam à indústria implantar redes de telecomunicações, tanto de fibra de backhaul, quanto antenas para acesso aos serviços móveis.

O estudo analisa a situação do espectro radioelétrico, a implantação de infraestrutura, as regras para implementação de bloqueadores de sinais, o uso do serviço universal e a criação de sistemas de alerta antecipado, para analisar as oportunidades de seu desenvolvimento dentro de um ambiente digital.

O estudo Mercado de Telecomunicações da Colômbia publicado pela 5G Américas pode ser baixado aqui.