A revolução dos serviços móveis atinge diferentes setores regionais que compõem a economia e a sociedade. Nesse cenário, o celular se torna uma ferramenta poderosa não apenas para diversão e comunicação, mas também para divulgação e educação, oferecendo oportunidades de gerar conteúdo com o intuito de aprimorar as atrações turísticas da América Latina.

Nesse sentido, na Argentina, por meio da  Administración de Parques Nacionales y Aves Argentinas, pertencente ao Ministério do Turismo, foi desenvolvida a aplicação “Argentina Natural”. Esta iniciativa busca informar os turistas sobre as diferentes atrações que os Parques Nacionais oferecem.

Entre outros benefícios, o aplicativo disponibiliza informações sobre mais de 41 áreas protegidas na Argentina. A plataforma divulga os atrativos naturais e os mapas, o que permite o acesso aos parques a partir de qualquer lugar do país. Também disponibiliza aos visitantes informações sobre atividades a serem realizadas em cada um dos destinos divididos em 13 categorias, além dos diferentes serviços disponíveis em cada um deles.

O turista recebe dados sobre as espécies mais expressivas da flora e da fauna Argentina, com cerca de 140 arquivos com fotos e informações. É distribuído um guia sobre as espécies de animais e plantas em cada área protegida. São oferecidos também mapas com tecnologia GPS no aplicativo para explorar as rotas e trilhas dos Parques Nacionais, além de sugerir pontos de interesse a serem visitados pelos turistas.

As autoridades argentinas planejam aumentar a quantidade de áreas protegidas presentes no aplicativo, incorporando mais informações aos turistas. Dessa forma, busca melhorar a experiência dos turistas a partir do uso de serviços móveis e das informações fornecidas pelo aplicativo.

A iniciativa pode ser uma ferramenta importante para melhorar o turismo nos parques nacionais da Argentina, bem como melhorar o conhecimento dos habitantes com base nas informações fornecidas. No entanto, é importante que esta aplicação seja acompanhada pela ampliação na área de conectividade do país, em particular na busca pelo aumento da banda larga móvel.

Nessa estrutura, tecnologias como LTE e, no futuro, 5G, promovem a adoção desse tipo de aplicativo.  O app se torna melhor a partir do momento em que a estrutura permite que  um maior número de turistas consiga se conectar em alta velocidade e com acesso robusto. Com o desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT), a experiência pode ser aprimorada a partir de sensores que enviam informações precisas em tempo real aos turistas, melhorando assim o tipo de dados que eles acessam em suas visitas aos parques nacionais.

Nesse cenário, são importantes as políticas adotadas pelo governo argentino para estimular a adoção da banda larga móvel entre a população. Em particular, a disponibilidade de espectro de rádio para o setor de telecomunicações móveis, o que permite a implantação de novas tecnologias de acesso. Também é necessário a implantação de futuras licitações de espectro que permitam às operadoras planejar a implantação de novas tecnologias.

Outro ponto que deve ser abordado pelas autoridades é a acessibilidade aos smartphones. O sucesso do aplicativo depende do fato de que grande parte da população possa ter condições de adquirir um dispositivo que permita sua conexão à rede. Nesse sentido, a redução de impostos, que pode ser feita sobre esses ativos, é de grande ajuda.

Como é possível observar, o aplicativo “Argentina Natural” é uma ferramenta positiva do ponto de vista do turismo. No entanto seu desenvolvimento deve ser acompanhado por políticas que busquem ampliar o acesso à banda larga móvel no mercado.