Existem múltiplos usos que a Internet pode oferecer por parte do Estado para melhorar as condições de vida dos habitantes. Entre essas opções está sua aplicação no que se refere à segurança da população, onde a tecnologia tem uso desde a comunicação das forças de segurança até o aproveitamento das redes sociais para localizar pessoas perdidas.

Uma das iniciativas na Guatemala é realizada pelo Sistema de Alerta Alba-Keneth, que tem como objetivo oferecer uma resposta imediata e adequada para os sequestros e desaparecimento de crianças e adolescentes. Desta forma, procura garantir que as ações sejam tomadas para garantir a localização de cada criança.

O acontecimento deste sistema responde ao mandato da Constituição Política da República da Guatemala e estabelece que o Estado deve garantir e proteger a vida humana, integridade e segurança. Garantir os Direitos Humanos, em especial os Direitos da Criança e do Adolescente. Sua criação esteve a cargo do Congresso, com o objetivo de coadjuvar na busca e localização de crianças e adolescentes que estão desaparecidos ou que foram sequestrados.

O sistema Alerta Alba-Keneth confirma um conjunto de ações coordenadas entre distintas instituições públicas. Dessa maneira agiliza a busca e localização dos menores. O trabalho é comandado pela Coordenadora Nacional do Sistema de Alerta Alba-Keneth e conta com o apoio de organizações da sociedade civil e cidadãos em geral.

As diferentes instituições que formam o sistema são as organizações não governamentais, equipes locais de busca, bombeiros, igrejas, associações comunitárias e estudantis, população em geral. O objetivo é envolver de forma rápida e eficiente a maior parte da sociedade e por meio do trabalho conjunto publico e privado, busca obter resultados na busca de menores.

Os cidadãos contam com distintas alternativas para poder realizar denúncias, podem fazer de forma presencial na polícia, nas áreas do Ministério Público, na Procuradoria Geral da Nação ou por telefone. Também se oferece a oportunidade de acessar por meio da página oficial de Alerta Alba-Keneth (https://www.albakeneth.gob.gt/), preenchendo um formulário que permite relatar o menor perdido.

Esta última alternativa representa uma opção para o uso das TIC para melhorar o trabalho das instituições governamentais para aumentar a segurança da população. No entanto, é necessário que também sejam feitos esforços pelas autoridades para aumentar a conectividade no mercado, para que mais pessoas possam acessar a simplificação de suas reclamações, agilizando o processo e ganhando tempo na busca dos menores.

Nesse sentido, também é necessário que as autoridades aumentem as opções para fazer reclamações. As tecnologias atuais, particularmente os serviços móveis oferecem a opção de acessar informações remotamente e simultaneamente a um grande número de pessoas. Você pode até mesmo enviar as informações para smartphones ou outros dispositivos móveis para gerar maior visibilidade da criança perdida.

Para que esses tipos de medidas alcancem um melhor desempenho, é necessário que as autoridades trabalhem para aumentar a conectividade no mercado. Em particular, os serviços de banda larga móvel e sem fio, que devido às suas características permitem um rápido desenvolvimento de cobertura de maneira mais econômica. Assim, tecnologias como LTE, e no futuro a 5G, permitirão altas velocidades e transmissão de dados robusta, que permitirá não apenas compartilhar informações sobre pessoas perdidas, mas também incorporar dispositivos como uma câmera de segurança para que as autoridades possam identificar a perda de menores de idade mais rapidamente.

Para realizar planos como este, é necessário que as autoridades guatemaltecas disponibilizem à indústria uma maior quantidade de espectro radioelétrico para os serviços de banda larga móvel. Também é necessário gerar uma agenda com futuros lances de espectro, o que permite que as operadoras planejem futuras implantações de tecnologia com mais eficiência.

No mesmo sentido, é necessário que as barreiras burocráticas que existem para a colocação de redes de telecomunicações, em particular antenas de serviço móvel, sejam relaxadas. É aconselhável a existência de um único nível nacional que reúna as demandas dos diversos órgãos do estado. Dessa forma, as operadoras podem ter maior previsibilidade sobre os períodos de implantação de rede.

Também é necessário reduzir os encargos tributários que pesam sobre os componentes das redes e dos dispositivos de acesso, permitindo assim que um maior número de pessoas tenha acesso à banda larga móvel.

Como você pode ver, a iniciativa realizada pelas autoridades guatemaltecas é positiva. No entanto, deve ser acompanhada por outras que buscam aumentar a conectividade no mercado, a fim de aumentar as chances de melhorar a segurança dos menores.